Publicidade

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

TJD libera Gabriel de suspensão e pede punição a Vitor Hugo por cotovelada



O volante corintiano Gabriel está livre para atuar no próximo sábado contra o Mirassol.
Após pedido do Corinthians, o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo concedeu efeito suspensivo ao jogador em função do erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto no dérbi de quarta diante do Palmeiras.
A informação foi confirmada por Antonio Olim, presidente do TJD-SP.  À reportagem, ele afirmou ainda que apresentou representação para que o zagueiro palmeirense Vítor Hugo, que desferiu cotovelada sobre o corintiano Pablo, tenha uma possível punição analisada. 
"Acabei de entrar com uma medida no TJD dirigindo pedido de medida inominada, que compete ao presidente do TJD analisar o pedido", disse João Zanforlin, advogado do Corinthians. "Como houve um dano, ele cede o efeito suspensivo e o Gabriel pode jogar no sábado. O doutor Antonio Olim já despachou e concedeu a medida", complementou Zanforlin. 
Além de confirmar a questão referente a Gabriel, o presidente do TJD-SP informou a questão referente a Vitor Hugo. "Estamos providenciando uma representação contra o jogador do Palmeiras. Houve uma agressão e isso não consta na súmula", disse Olim. 
Gabriel foi expulso pelo árbitro Thiago Duarte Peixoto no fim da etapa inicial do clássico vencido por 1 a 0 pelo Corinthians. Na jogada, a falta foi marcada por Maycon, mas Thiago não atendeu a orientação do quarto árbitro sobre quem havia sido o autor da infração e manteve o vermelho ao jogador errado. Depois da partida, o juiz admitiu o erro

Nenhum comentário:

Postar um comentário