CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

sábado, 1 de dezembro de 2012

Atacante Alemão perto do E.C Vitória


Inicialmente especulado para defender o Bahia em várias oportunidades no decorrer do ano, o atacante paulista, mas que carrega o apelido de alemão, que defendeu o Guaratinguetá esse ano, pela Série B, deve mesmo vestir a camisa do Vitória segundo o Jornal A Tarde. 
Ainda segundo o jornal, ao falar sobre o Vitória deixa o atacante Alemão feliz. "É pra falar do Vitória? Claro que posso falar e interromper minhas férias", disse o atleta Descansando em São Paulo, Alemão não esconde que seu desejo é defender o Leão na Série A 2013.
Já liberado do Guaratinguetá, Alemão admite que existem outras propostas, mas sua preferência é mesmo o rubro-negro baiano. "Só fui uma vez aí na Bahia e gostei muito, principalmente do Barradão. A torcida abraça os jogadores e creio que comigo não será diferente. Não vou esconder que desejo muito jogar no Vitória ano que vem. Seria um prazer defender o time e fico sempre na expectativa de resolver o mais breve possível minha situação", disse

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Ricardo Silva é o novo técnico do Botafogo-BA


O eterno apagador de incêndios rubro-negro, o paizão, dentre outros sinónimos, está de malas prontas e assim que retornar das "férias" impostas pela diretoria irá assumir o Botafogo-BA, visando a preparação para o campeonato baiano de 2013. "Estou achando ótimo essa experiência.

Vamos procurar ter uma estrutura razoável para que possamos fazer um bom trabalho"  disse Ricardo Silva, em entrevista ao Bahia Notícias. 

 Adalberto Lopes, presidente da agremiação, comemorou o acerto com o novo comandante. "Ele pediu alguns jogadores experientes e já estamos atrás para contratá-los" – afirmou o dirigente.


futebolbahiano.com

Messi, Cristiano Ronaldo e Iniesta concorrem à Bola de Ouro da Fifa

Os três melhores jogadores do mundo em 2012 já estão definidos pela Fifa. Sem surpresas. Em evento realizado em São Paulo, na manhã desta quinta-feira, o presidente Joseph Blatter anunciou diante do ex-atacante Ronaldo e da atleta Marta que o argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o espanhol Andrés Iniesta concorrerão ao prêmio em 7 de janeiro, em Zurique.
“Não diria que a Bola de Ouro está no mesmo nível do Oscar, mas não estamos muito longe disso”, sorriu Blatter, que minimizou a escassez de brasileiros na premiação da Fifa. O atacante Neymar é um dos três finalistas (ao lado de Miroslav Stoch e Falcao) ao Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano. O santista também compete para entrar na seleção dos destaques da temporada, enquanto os laterais Daniel Alves e Marcelo e os zagueiros David Luiz e Thiago Silva figuraram na relação inicial de melhores defensores.
“A lista está completa”, afirmou Ronaldo, que prefere Messi a Cristiano Ronaldo e a Iniesta na disputa pela Bola de Ouro. “Nenhum grande nome do futebol mundial deixou de ser lembrado aqui. As relações da Fifa foram justas. Tenho duas Bolas de Ouro em casa e sei que este é o prêmio individual mais importante que um jogador pode receber. Fiquei muito orgulhoso quando ganhei.”

Fonte:gazetaesportiva

CBF confirma e Felipão é o novo técnico da Seleção Brasileira

Na manhã desta quinta-feira, no Hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou o que já se sabia: Luiz Felipe Scolari é o novo técnico da Seleção Brasileira de Futebol. E Carlos Alberto Parreira será o coordenador do time, em parceria formada em busca do título da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.
Felipão substituirá Mano Menezes, que foi demitido após principalmente os maus resultados contra seleções de grande porte. Foram derrotas para Argentina, duas vezes, França e Alemanha, além das perdas dos títulos da Copa América de 2011 e os Jogos Olímpicos de Londres, neste ano. Ele nunca teve a confiança da nova diretoria da CBF, chefiada por José Maria Marin.
Inicialmente, a entidade máxima do futebol brasileiro anunciaria o novo nome somente neste mês de janeiro, mas a pressão da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) pesou, já que o país organizador da Copa das Confederações de 2013 não teria um comandante no evento deste sábado, data do sorteio da fase de grupos da competição.
Muricy Ramalho, do Santos, Abel Braga, do Fluminense, Tite, do Corinthians, e até mesmo Pep Guardiola, ex-Barcelona, foram especulados para este cargo, mas o fato de Felipão agradar a quase todos e estar sem vínculo com clubes pesou. Já sobre o descarte do espanhol, a explicação foi a de que a Seleção não precisaria de um nome estrangeiro.
Carreira:  ex-zagueiro, Felipão, que não se destacou com a bola no pé, iniciou a sua carreira como técnico em 1982, no CSA. O título de expressão, no entanto, só veio em 1991, quando foi campeão da Copa do Brasil, com o Criciúma. Já no Grêmio, entre 1993 e 1996, o treinador venceu uma Copa Libertadores da América e um Campeonato Brasileiro.
E foi no Palmeiras que o comandante, natural de Passo Fundo (RS), teve a passagem por clubes mais marcante, com a conquista de uma Copa do Brasil, uma Copa Mercosul, um torneio Rio-São Paulo e outra Libertadores. E o segundo lugar no Mundial de Clubes de 1999 não acalmou os ânimos de Felipão, que, dois anos depois, conquistou o penta do Mundial com a SeleçãoBrasileira.
Mas, após deixar o comando técnico canarinho, o gaúcho não viveu tantos momentos felizes assim. Mesmo com as boas campanhas pela seleção de Portugal na Eurocopa de 2004 e no Mundial de 2006, Felipão amargou rápida passagem pelo Chelsea e a participação no rebaixamento à Série B do Brasileirão do Palmeiras, campeão da Copa do Brasil deste ano.
Fonte:gazetaesportiva

Tigre segura empate com Millonarios e pega o São Paulo na final

O argentino Tigre foi à Colômbia para enfrentar o Millonarios na segunda partida da semifinal da Copa Sul-americana, e retorna com um empate em 1 a 1 e o direito de disputar o título contra o São Paulo, que passou pela Universidad Católica, do Chile, na outra semifinal.
Mesmo sem fazer uma boa temporada no Campeonato Argentino, onde ocupa as últimas posições, o Tigre encarou a altitude de Bogotá e saiu na frente aos 20 do segundo tempo. Os colombianos conseguiram o empate somente aos 46 da etapa final.
O gol argentino saiu de uma cobrança de falta da intermediária, com a bola sendo levantada na área. Maggiolo, pela direita, cabeçeou para o outro lado e achou Mariano Echeverría livre para completar para as redes. O Millonarios saiu em busca da virada, mas teve de se contentar apenas com o gol de empate. Jorge Perlaza recebeu na frente da área, girou e soltou a bomba, vencendo Damián Albil.
Assim como todas as fases, a final da Sul-americana também será disputada em dois jogos. O primeiro será no dia 5 de dezembro, próxima quarta-feira, na Argentina. Já o segundo está marcado para o dia 12 e, como sonhou a torcida e a equipe são-paulina, acontecerá no estádio do Morumbi.

Fonte:gazetaespportiva

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

'Se não tiver pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil', afirma Felipão

felipão scolari coletiva brasil (Foto: André Durão / Globoesporte.com)
Campeão da Copa do Mundo em 2002 com a formação da "Família Scolari", Felipão assumiu oficialmente o comando da Seleção nesta quinta-feira e afirmou que a conquista do título em casa, em 2014, é obrigação para o Brasil.
- Se o jogador entrar sem pressão nenhuma, pensando que o objetivo é jogar a Copa, não pode ser assim. Fui jogador do interior. Eu era bom. O pessoal dizia que não, mas eu era bom. E tem pressão. Eles têm que saber. Nossos jogadores sabem que seria um dos títulos mais importantes que o Brasil já conquistou. Tem que trabalhar bem esse aspecto. Se não tiver pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, senta no escritório e não faz nada - disse o novo treinador.
Após ser apresentado pelo presidente da CBF, José Maria Marin, como substituto de Mano Menezes, Felipão evitou falar sobre a construção de uma nova "Família Scolari" na busca pelo hexa.
- Não vou falar em "Família Scolari", mas em um ambiente de união para que a gente chegue à Copa confiantes e que todos tenham participação e sejam importantes para a Seleção - afirmou.
Felipão afirmou ainda que não vai começar um trabalho do zero, dando a entender que parte do time de Mano vai ser aproveitado neste seu recomeço. A estreia do treinador será contra a Inglaterra, dia 6 de fevereiro, em Londres.
 - Claro que não vamos começar do zero. Isso naõ existe. Em 2002, também pegamos uma Seleção, e depois com o decorrer dos amistossos fomos colocando um ou outro jogador diferente do que lá estava. É o que vamos fazer agora. Vamos pegar essa base, e a partir dela alguma coisa vai ser implementada.
Comandante da campanha do tetra em 1994, Carlos Alberto Parreira será o coordenador de Felipão. O técnico do penta sabe que a conquista em 2014 passou a ser obrigatória para a dupla:
- Não penso que possa existir mais dificuldade agora. Sigo na mesma linha do Parreira, me sinto muito mais motivado, mais em condições. Acho que as dificuldades podem ser pouco diferentes, mas são parecidas. Apenas a sequência do trabalho pode mostrar em seguir o mesmo trabalho alcançado em 2002. Nós temos a obrigação, sim, de ganharmos o título. Não somos favoritos no momento, mas pretendemos ser durante a competição.
Fonte:globoesporte

Ney Franco não descarta titulares em "amistoso" contra Corinthians


É difícil, mas não está descartado que o São Paulo, mesmo tendo que disputar a primeira final da Copa Sul-americana quatro dias depois, conte com seus principais jogadores no clássico de domingo, contra o Corinthians, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, competição na qual não tem mais nenhum objetivo.
Ney Franco fez suspense sobre qual deverá ser a formação no Pacaembu – o mando de campo pertence ao time tricolor, mas o Morumbi foi vetado em função da preparação para o show da cantora norte-americana Madonna. Ao mesmo tempo em que cogitou usar titulares, o treinador admitiu escalar apenas reservas.
"A tendência é entrar com força máxima, mas quero passar ao torcedor que a gente não pode abrir mão da final. Se perceber que corro risco de algum jogador ficar fora da final, não vou utilizá-lo, até porque o jogo contra o Corinthians é praticamente um amistoso", disse o comandante tricolor.
"Entendo tudo que envolve o histórico do confronto e chamo nosso torcedor para lotar o estádio, porque é um jogo gostoso para finalizar o Brasileiro. Mas prefiro não definir isso agora. Futebol é muito flexível. Hoje tenho uma ideia, de repente ela muda. Nossa prioridade, acima de tudo, é a Sul-americana", ponderou.

Ney Franco não descartou usar os jogadores titulares no clássico com o Corinthians, no próximo domingo
Após o empate sem gol com a Universidad Católica, o elenco se reapresenta na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. O primeiro trabalho com bola dos titulares, no entanto, será apenas no dia seguinte. Antes disso, a dúvida sobre a formação inicial é também dos jogadores.
"Não opino mais (sobre escalação). Pode gerar desconforto sem necessidade. O treinador vai colocar o que ele achar que deve colocar. Estou à disposição. Se for para jogar, eu jogo. Senão fico fora também, como contra a Ponte Preta. Vamos analisar o que é mais importante para a gente nessa reta decisiva da Sul-americana", comentou o capitão Rogério Ceni.
Na segunda partida das oitavas de final do torneio continental, o goleiro entrou em atrito com Ney Franco por sugerir uma substituição ao longo do segundo tempo e se aborreceu por não ser atendido. O treinador, por seu turno, desaprovou a tentativa de interferência do jogador, condenando-a publicamente e conversando com ele à frente do elenco.
ge.net

Bola de Ouro: Messi encara Cristiano Ronaldo e Iniesta na disputa pelo tetra

Quebrador de recordes, Lionel Messi, como já era de se esperar, está entre os três finalistas da briga pela Bola de Ouro da Fifa em parceria com a revista francesa "France Football". Vencedor do prêmio de melhor do mundo nas três últimas temporadas, o craque do Barcelona vai disputar com Cristiano Ronaldo e Andrés Iniesta pelo tetra. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Ao todo, treinadores e capitães das 209 seleções filiadas à entidade, além de outros 49 jornalistas escolhidos pela publicação, foram os responsáveis pela lista.
A lista final mostra um domínio absoluto da dupla Real Madrid e Barcelona nos três últimos anos. Em 20111, os três que concentraram a decisão da Bola de Ouro foram quase os mesmos, a diferença que Xavi esteve presente no lugar de Iniesta - repetindo a decisão de 2009. Já em 2010, todos os representantes saíram do Barça: os dois espanhóis e Messi. O argentino venceu nas três ocasiões.
– Acho que essa seleção está perfeita, mais uma vez, esse ano. Vale lembrar que essa eleição recebe votos dos treinadores das seleções, dos capitães das seleções e da imprensa. É um voto bem completo. Acho que não deixa duvida alguma. Parabéns a todos que estão na lista – disse Ronaldo Fenômeno, um dos presentes na cerimônia.
ronaldo jerome valcke joseph blatter bola de ouro (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)Ronaldo, esteve com Jerome Valcke e Joseph Blatter na cerimônia (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)
Com isso, Neymar fica fora da disputa e terá que se contentar com a disputa pelo prêmio de gol mais bonito do ano - um feito que tenta repetir, uma vez que foi o vencedor do ano passado com o golaço marcado diante do Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. Eleito desta vez por conta do gol marcado contra o Internacional na Libertadores, o santista disputa com Falcao García, do Atlético de Madri, e Miroslav Stoch, do Fenerbahçe (veja os concorrentes ao prêmio).
Outra meta do craque brasileiro é ao menos se igualar à 10ª colocação individual de 2011, quando foi o craque da conquista do Peixe na Taça Libertadores e ficou à frente de jogadores como Diego Forlán, à época de Atlético de Madri e Inter de Milão, Wesley Sneijder (Inter de Milão), Thomas Müller (Bayern de Munique), David Villa (Barcelona), entre outros. Na ocasião, Neymar recebeu 1,12% dos votos. O quinto colocado, Wayne Rooney, apareceu com 2,31%.
– O Neymar está na lista dos 23. Já é um grande reconhecimento para alguém que joga no Brasil. Para o Neymar chegar na lista final ou ele jogar na Europa ou arrebentar com a Seleção em 2014. Aí sim o mundo todo vai estar vendo ele. O Neymar é o protagonista absoluto no Brasil, mas é pouco visto na Europa. Sabemos que é merecedor de estar na lista dos três de melhor do mundo, mas o mundo não conhece o futebol dele direito. Dependendo da sua ambição de ser o melhor do mundo, o caminho mais curto é jogar em um grande clube da Europa – afirmou Ronaldo, sobre a ausência do craque santista.
Messi, Iniesta e Cristiano Ronaldo na premiação da UEFA (Foto: Reuters)Messi, Iniesta e Cristiano Ronaldo já concorreram em premiação da Uefa: espanhol levou a melhor (Reuters)
Apesar de não ter conquistado nenhum título de peso com o Barcelona (apenas a Copa do Rei), Messi teve uma temporada histórica quando se fala em recordes pessoais. O craque argentino está muito perto de superar o alemão Gerd Müller como maior artilheiro em um só ano - ele soma 82 gols contra 85 do ex-jogador do Bayern de Munique, em 1972.
Já Cristiano Ronaldo foi protagonista dos títulos do Campeonato Espanhol e da Supercopa da Espanha com o Real Madrid. O atacante luso ainda tem a seu favor a boa participação de Portugal na Eurocopa da Polônia e Ucrânia, quando ajudou sua seleção a chegar até a semifinal, sendo eliminada pela campeã Espanha nos pênaltis.
A Eurocopa, inclusive, também foi uma ajuda e tanto para Iniesta. Melhor jogador da competição continental que deu o bicampeonato para a Espanha, ele é o único dos três rivais que não faturou ainda o prêmio de melhor jogador do mundo - Cristiano Ronaldo foi agraciado em 2008, quando defendia o Manchester United.
globoesporte.com

Oficialmente Scolari é o técnico do Brasil


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou oficialmente nesta quinta-feira o nome de Luiz Felipe Scolari como novo técnico da seleção do Brasil, 18 meses antes da Copa do Mundo de 2014, na qual o país, como anfitrião, buscará o sexto título mundial.

"Nosso único compromisso é buscar, oferecer o que é melhor para o nosso futebol, e dentro deste pensamento, deste objetivo, é que escolhemos estes dois grandes campeões respeitados não apenas em nosso país, mas no mundo inteiro, o campeão Luiz Felipe Scolari e o campeão Carlos Alberto Parreira", que será coordenador de seleções, anunciou o presidente da CBF, José Maria Marin, em uma entrevista coletiva.

Felipão, ex-técnico do Palmeiras, substitui Mano Menezes, demitido na sexta-feira passada, após dois anos e meio no comando da seleção e com resultados apenas modestos, sem a conquista de nenhum título internacional. Scolari comando o Brasil na conquista do quinto título mundial do Brasil, na Copa do Mundo da Coreia do Sul e Japão-2002 , em circunstâncias similares às atuais: ele assumiu o posto em um momento de crise a um ano do Mundial. "Temos a obrigação de ganhar o título, vamos trabalhar para isto", afirmou Scolari na entrevista coletiva organizada pela CBF


futebolbahiano.com

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Copa Brasil SUB-20: Vitória vence o Grêmio


Vitória e Grêmio fizeram hoje à noite no Estádio Manoel Barradas Carneiro, a partida de ida valendo pela semifinal da 1º Copa Brasil SUB-20 em um jogo envolvendo clubes de grande prestígio nas categorias de base, e o exemplo maior e vivo, foi o próprio jogo, que reuniu em campo, sete jogadores convocados para Seleção Brasileira Sub-20 que irá disputar o Sul-Americano da Argentina, a partir do dia 10 de Janeiro.

O primeiro tempo de jogo, o Leão teve posse da bola, controle do jogo, tomou a iniciativa das ações ofensivas, foi prejudicado pela arbitragem, mas, no entanto, se manteve em um domínio inócuo, inconseqüente, sem levar de fato, perigo importante à meta defendida pelo goleiro gremista Ygor, não sabendo furar a retranca dos gaúchos que chegaram a Salvador com a proposta do empate, considerando os desfalques de seis jogadores.

No segundo tempo, o Leão voltou com tudo e em apenas 5 minutos já havia criado duas boas oportunidades, ambas desperdiçadas pelo atacante Wille. Mas a superioridade do Leão pode se vista aos 18 minutos, quando lateral esquerda Mansur solta uma bomba de longe e goleiro Ygor vacila e o Vitória pula na frente do placar de forma merecida e por pouco não liquidou a partida para encaminhar a classificação, quando Marcone é derrubado na área, o juiz marca pênaltis, mas o próprio Marcone, cheio de MASCARA, bate com displicência para o goleiro Ygor defender.  Final de jogo, o Vitória vence o jogo, quebra a invencibilidade de 30 jogos do time gremista e leva a vantagem do empate para a próxima partida. Poderia ser melhor.

O jogo de volta, com mando de campo do Grêmio, será dia 05/12, com local a ser definido. De acordo o site oficial do Grêmio, o Estádio olímpico está impossibilitado de receber esta partida tendo em vista os preparativos para o show da Madonna no gramado principal do estádio.  Neste jogo o Leão joga por um simples empate, sendo que derrota por 1 x 0, conduz a decisão para a cobrança de pênaltis.

Ultrapassando pelo Grêmio, o Leão fará a grande final, enfrentando o Bahia ou Atlético-MG. O primeiro encontro já aconteceu, com vitória do Galo por 2 x 0, em jogo realizado ontem à noite no Estádio Independência, em Belo Horizonte. 


futebolbahiano.com

"Nova sensação" das ring girls promete conquistar preferência dos fãs de MMA

Divulgação
Thays Leão mostra porque merece ser chamada de “nova sensação” das ring girls. A beldade mostra toda sua beleza natural em ensaios sensuais com o tema de MMA. Ela se destacou como musa do Internacional de Porto Alegre e eleita como Preferência Nacional 2011, organizado pela Playboy
Divulgação
 modelo exibe toda a boa forma com grande estilo em ensaios sensuais
Divulgação
A gaúcha participou como ring girl de diversos eventos de MMA no país. Entre eles, o Kings of Combat, o Gladiador e o Face to Face
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

REFORÇADO, SUB-20 DO VITÓRIA ENFRENTA O GRÊMIO


Após a grande apresentação, que resultou na eliminação do Cruzeiro e a classificação para as semifinais, o Vitória volta a campo nesta quarta-feira (28) pela Copa do Brasil Sub-20. O rubro-negro enfrenta o Grêmio, às 19h30, no Barradão, pelo jogo de ida da semi.
 
Os destaques da equipe ficam por conta dos reforços de Willie e Mansur, destaques na conquista da vaga na Série A pelo time de profissionais. Além deles, que vestirão a camisa da Seleção Brasileira, os também convocados Gabriel Soares e Gustavo têm presenças confirmadas.
 
A equipe comandada por Carlos Amadeus ainda contará com o meia Arthur Maia, também do elenco de profissionais e escolhido o melhor jogador do duelo com o Cruzeiro.
 
Apesar de não ter confirmado os 11 titulares, o treinador deve mandar a campo Gustavo; Dimas, Josué, Raphael Fontes e Mansur; Gabriel Soares, Edson, Arthur Maia e Mauri; Willie e Marconi.


Fonte:osgalaticos

Andrés: de 'todo poderoso' a coadjuvante na seleção brasileira

Andrés: de 'todo poderoso' a coadjuvante na seleção brasileira
A saída do técnico Mano Menezes e a demissão de toda a comissão técnica da seleção brasileira foram ‘a gota d’água’ para que Andrés Sanchez também deixasse seu cargo na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Atuando como ‘diretor de seleções’ desde novembro do ano passado, o cartola corintiano foi perdendo voz na entidade desde o afastamento de Ricardo Teixeira da presidência e, nesta quarta-feira, oficializou sua saída, que já era esperada desde a última segunda-feira.

Voto vencido na decisão sobre a demissão de Mano Menezes, Andrés viu toda a sua comissão técnica ser mandada embora pelo atual presidente da CBF, José Maria Marín, que também contou com o apoio do vice-presidente Marco Polo del Nero para fazer a ‘limpa’ na seleção. Assim, quando anunciou a saída de Mano, o dirigente corintiano fez questão de deixar claro que não concordava com a atitude do presidente e o considerava ‘corajoso’ por tomá-la neste momento ­ a menos de dois anos da Copa do Mundo no Brasil.
Andrés e o presidente da CBF, 
José Maria Marin
Depois, na segunda-feira, em evento da Soccerex no Rio de Janeiro, Andrés deu claros indícios de que deveria deixar o cargo na CBF em breve.

"Não pedi demissão, nem fui demitido. Vou falar com o presidente para acertar os ponteiros, mas a tendência é essa. Eles (Marin e Marco Polo Del Nero, vice da entidade) querem pessoas da confiança deles. É algo de direito, para planejar os próximos anos. Como dizem, se querem tirar todos que o Ricardo (Teixeira, ex-presidente da CBF) chamou, vou ser o próximo a sair então."

A conversa entre Andrés e Marin, no entanto, acabou não acontecendo. O agora ex-diretor de seleções tentou se encontrar com o presidente da CBF por algumas vezes nos últimos dias, mas sem obter êxito, decidiu entregar o cargo na entidade nesta quarta-feira, mesmo sem ter conversado pessoalmente com José Maria Marin. 

A demissão de Mano foi mais uma prova de que Andrés não tinha mais tanta influência na CBF como chegou a ter quando foi convidado pelo ex-presidente da entidade, Ricardo Teixeira para trabalhar na Confederação. Os dois se aproximaram desde que o ex-presidente corintiano fez campanha para Kleber Leite, o candidato de Teixeira na eleição do 'quase' extinto Clube dos Treze, ainda em 2010 e, desde então, só estreitaram as relações. 

Primeiro, o então presidente da entidade máxima do futebol convidou Andrés para ser o chefe da delegação brasileira na Copa da África do Sul, no mesmo ano. Depois, veio o veto ao Morumbi para sediar a abertura da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo e o apoio à nova Arena Corinthians para substituir o estádio são-paulino - quando o apelidado ‘Itaquerão’ sequer havia começado a sair do papel.

Mas foi no ano passado que Andrés Sanchez ‘consolidou’ de vez sua influência na CBF ao ser nomeado, em novembro, para o cargo de diretor de seleções, criado especificamente para o cartola corintiano, que deixou a presidência do clube paulista mais cedo ­ em dezembro de 2011, dois meses antes do previsto - justamente para assumir o novo posto na Confederação. Antes disso, até por sua proximidade com Ricardo Teixeira, Andrés havia sido apontado como um possível sucessor do cartola na presidência da CBF.

Na entidade máxima do futebol brasileiro, a função do dirigente corintiano era basicamente coordenar os trabalhos feitos nas seleções masculina, feminina e também nas categorias de base, indicando as comissões técnicas e acompanhando de perto o trabalho realizado nas equipes. E, no caso da seleção principal, Andrés conseguia desenvolver sua atividade ainda melhor, por já ter trabalhado com Mano Menezes nos tempos de Corinthians. 

Mas com o afastamento de Ricardo Teixeira da presidência da CBF e a chegada de Marco Polo del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol, para ser o homem forte da entidade ao lado de José Maria Marin (que ficou com o cargo máximo), Andrés começou a encontrar alguns ‘obstáculos’ nos trabalhos da seleção e foi perdendo a voz na entidade.

A grande questão que deixava o ex-presidente corintiano e a dupla Marin/Del Nero em lados opostos era justamente a opinião sobre o trabalho de Mano Menezes como técnico do Brasil. Enquanto presidente e vice-presidente da CBF queriam a demissão do treinador por conta da falta de resultados expressivos com a seleção, Andrés insistiu em mantê-lo pelo menos até a Copa das Confederações no meio do ano que vem. Mas, na semana passada, Marin e Del Nero ‘ignoraram’ de vez a opinião do diretor de seleções e demitiram Mano Menezes, mesmo após terem visto o Brasil evoluir um pouco mais dentro de campo nos últimos meses.
Andrés estava 'segurando' Mano na seleção
Mais do que isso, a dupla que comanda a CBF também decidiu pela saída de toda a comissão técnica da seleção e até mesmo do treinador da equipe feminina, Jorge Barcellos, o que acabou interferindo diretamente no trabalho de Andrés Sanchez. O diretor de seleções, no entanto, foi mantido em um pedido especial de Marin, que fez questão de 'insistir' para Andrés permanecer no cargo até 2014. 

E, a princípio, o dirigente corintiano concordou em ficar. Conversou com Mano para comunicá-lo sobre a demissão, falou com os jornalistas sobre a ‘mudança’ que a presidência estava planejando para a seleção e se incluiu na continuidade dos trabalhos, afirmando que ficaria na CBF até o Mundial.

Cinco dias depois, no entanto, Andrés ‘mudou de ideia’. O cartola, que chegou à CBF cheio de prestígio, se deu conta que já não tinha mais tanta ‘voz’ junto a Marin e Del Nero, atuais comandantes da entidade, e concluiu que não fazia mais sentido continuar. O cargo criado para ele agora foi extinto e o antigo posto de 'coordenador de seleções' voltará a ativa, com um novo nome para a posição a ser anunciado em breve.

Enquanto isso, é possível que Andrés Sanchez prepare seu retorno à Confederação Brasileira de Futebol com estilo. Algumas especulações dão conta de que o cartola estaria se unindo a Ronaldo, atual membro do Comitê Organizador Local para a Copa de 2014, e que poderia lançar sua candidatura à presidência da entidade máxima do futebol brasileiro nas próximas eleições. 
Com a saída de Ricardo Teixeira, Andrés perdeu força na CBF

Fonte:msnesportes

Felipão é o novo técnico da seleção brasileira

Felipão é o novo técnico da seleção brasileira
A seleção brasileira já tem um substituto para Mano Menezes. Luiz Felipe Scolari será o treinador do Brasil na Copa das Confederações de 2013 e também na Copa do Mundo de 2014. Felipão acerta apenas os últimos detalhes nesta quarta-feira com o presidente da CBF, José Maria Marin, para o anúncio oficial na quinta, confirmando o que disse o dirigente durante evento no Itaquerão.
O último empecilho para o ex-treinador do Palmeiras aceitar o convite para voltar à seleção era a contratação de um nome de peso para ser coordenador da CBF. Carlos Alberto Parreira e José Carlos Brunoro são os cotados para o cargo depois da saída de Andrés Sanchez e da extinção da função de diretor de seleções. Parreira é o mais indicado.
A confirmação de Felipão atende ao perfil desejado por Marin no início do processo de sucessão de Mano Menezes. O presidente da CBF queria um treinador vencedor, com respaldo popular, já que o Brasil vai jogar sob pressão para conquistar o hexacampeonato em casa. Felipão, e a família Scolari (como era conhecido seu time), conquistou o penta para o Brasil em 2002.
Apesar de a imagem recente não ser muito positiva, principalmente para os torcedores do Palmeiras, que foi rebaixado à Série B com o treinador participando de 63,1% da campanha no Campeonato Brasileiro, Felipão é querido pelos brasileiros pela conquista do pentacampeonato em 2002, na Copa do Japão e da Coreia do Sul.
Sob comando de Felipão, o Brasil venceu os sete jogos do Mundial. O título veio com uma vitória por 2 a 0 diante da Alemanha, com dois gols de Ronaldo, no Estádio Internacional Yokohama, no Japão. A seleção conquistava novamente um título após fracassar na Copa de 1998, na França.
Antes de 2002, a última conquista havia sido justamente com Parreira. Os dois agora devem trabalhar juntos pela conquista do hexa.

Fonte:msnesportes

Adaptado à China, Adriano Michael Jackson.

Após se destacar no Campeonato Carioca de 2010 pelo América-RJ - onde ganhou o apelido de astro do Pop -, o Fluminense contratou Adriano e o emprestou ao Bahia para a Série B. Por lá, o atacante se destacou com 15 gols na campanha do acesso. No início de 2011, foi envolvido na negociação que viabilizou a contratação do volante Edinho pelo Flu, assinando contrato de empréstimo por um ano com o Palmeiras. Foi negociado com o futebol chinês.

Fonte:entrandonaarea

PC Gusmão está fora do Vitória.

Paulo César Gusmão não será o técnico do Vitória para a temporada de 2013. A informação foi passada pelo próprio treinador ao GLOBOESPORTE.COM. A diretoria do clube havia manifestado interesse em renovar o contrato do treinador que esteve no comando do Rubro-Negro nos últimos quatro jogos da Série B deste ano. No entanto, PC agradeceu o interesse, mas disse que pretende se dedicar à família nos próximos meses.

- Eu vesti a camisa do Vitória, levamos isso para o vestiário e conseguimos o acesso. Deixo o clube pela porta da frente e me junto à torcida no ano que vem, mas agora tenho de cuidar da minha família – disse o treinador.

Fonte:entrandonaarea

terça-feira, 27 de novembro de 2012

CBF DEVE ANUNCIAR NOVO TREINADOR DA SELEÇÃO NA PRÓXIMA SEMANA


Segundo o blog do jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, a CBF irá antecipar o anúncio do nome do novo treinador da seleção. Antes marcado para janeiro o próximo treinador será conhecido na próxima semana.

A intenção da CBF é anunciar o nome do novo treinador no próximo dia 04 de dezembro na sede da entidade no Rio de Janeiro.

O nome mais forte para assumir o comando técnico da seleção é o de Felipão, que conquistou o penta campeonato com o Brasil em 2002, tendo total confiança da CBF.


Fonte:osgalaticos

As musas do futebol. Conheça as finalistas ao Miss Bumbum 2012

Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)
Apenas 15 garotas concorrem ao prêmio! - 1 (© Montagem Famosidades)

Fonte:msn