CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Vitória vence Juazeirense e reverte vantagem na semifinal do Baianão


O Vitória versão 2013 é um time de personalidade divida. Em determinados momentos, é capaz de humilhar um rival histórico com um futebol dinâmico e convincente. Em outros, tropeça nas próprias pernas e perde sem qualquer desculpa para equipes de menor expressão. Nesta quinta-feira, o Rubro-Negro foi a versão que mais agrada o torcida. No Barradão, o time treinado por Caio Junior venceu o Juazeirense pelo placar de 4 a 0, na primeira partida válida pela semifinal do Campeonato Baiano 2013.
Dinei inaugurou o placar logo no primeiro lance de ataque da partida. Ainda no primeiro tempo, Maxi Biancucchi ampliou o marcador. Na segunda etapa, Vander e Marquinhos marcaram para o Vitória, que agora tem a vantagem de empatar ou perder por até três gols de diferença no duelo de volta para avançar à grande final do Baianão.
O resultado encerra a sequência de seis jogos sem derrotas do Juazeirense, que não levava mais de um gol em uma partida desde a segunda rodada da segunda fase, quando perdeu para o Bahia em Pituaçu pelo placar de 2 a 0. A partida desta quarta-feira também acaba com o longo período sem levar gols do goleiro Maikon. Antes do jogo no Barradão, o camisa 1 do Cancão de Fogo mantinha a marca de quatro partidas seguidas sem ser vazado.
Vitória e Juazeirense voltam a se enfrentar no próximo domingo, às 16h (horário de Brasília), no estádio Adauto Morais, em Juazeiro. O Cancão de Fogo precisa vencer por quatro ou mais gols de diferença para continuar vivo em busca do título baiano. Para alimentar a esperança da torcida do interior do estado, fica a lembrança que a equipe treinada por Quintino Barbosa não perdeu em casa durante a segunda fase do estadual. Em quatro partidas, foram três triunfos e um empate. O Rubro-Negro, contudo, não deixa por menos. A equipe do técnico Caio Junior não levou mais de um gol em nenhuma partida do campeonato.
Gol relâmpago e quem não faz, toma
O Vitória entrou em campo como o time de melhor ataque do Campeonato Baiano 2013. Já o Juazeirense iniciou a partida como a equipe de defesa menos vazada do estadual. A torcida aguardava ansiosa para saber quem levaria a melhor nos primeiros 90 minutos da semifinal do Baianão. No entanto, o Rubro-Negro não precisou de muito tempo para dar a resposta. Logo no primeiro lance de ataque, Dinei inaugurou o marcador do Barradão. Renato Cajá cobrou falta para área, Gabriel escorou a bola e o camisa 9, livre de marcação, apenas completou para o fundo das redes do goleiro Maikon.
O gol não intimidou o Juzeirense, que partiu com tudo para o ataque para tentar igualar o placar da partida. Aos 10 minutos, Deon desperdiçou a melhor oportunidade do Cancão de Fogo. Neném avançou pela esquerda e cruzou com açúcar para o atacante, que, embaixo da trave, não conseguiu completar o lance. E como já diz o ditado: quem não faz, toma. No final do segundo tempo, quando a equipe do interior do estado era melhor na partida e perdia várias chances, Maxi Biancucchi aproveitou uma falha da defesa adversária, saiu na cara do goleiro Maikon e apenas escolheu o canto para ampliar o placar.
Deola salva e Vander marca
Em busca de pelo menos um gol para diminuir a vantagem do Vitória, o Juazeirense iniciou o segundo tempo com uma blitz no ataque. William Carioca e Deon tiveram oportunidades de descontar para o Cancão de Fogo, mas esbarraram na noite inspirada do goleiro Deola, que fez várias defesas e impediu que o time do interior do estado balançasse as redes no Barradão. O Rubro-Negro, por sua vez, não se limitou a ficar na defesa para garantir o placar. O time de Caio Junior também se lançou ao ataque, e ameaçou a meta defendida por Maikon, principalmente com chutes de fora da área.
Aos 30 minutos, a torcida se animou nas arquibancadas para comemorar uma substituição. O atacante Marcelo Nicácio, que passou um mês no departamento médico para tratar de uma lesão muscular, entrou no lugar de Dinei. A festa dos rubro-negros ficou ainda maior quando o zagueiro Sidraílson levou o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. E se Deola salvava na defesa, Vander e Marquinhos resolveram decidir no ataque. Primeiro o meia, que em bela jogada individual passou por dois marcadores e chutou de fora da área, no canto esquerdo para marcar o terceiro gol da partida. Em seguida, o atacante, que recebeu bola cruzada e cabeceou sem chance de defesa para Maikon, que não levava gols há quatro partidas e acabou obrigado a buscar a bola no fundo das redes quatro vezes na partida desta noite.

Tricolor volta a vencer e fica perto da decisão


Foto: Will Vieira/ecbahia.com
Como é o futebol. Depois de quase 40 dias, o Bahia voltou a ganhar uma partida do Estadual e já se aproximou da decisão do campeonato. Na tarde desta quarta-feira, feriado do Dia do Trabalho, diante de 6.848 pagantes, o time fez 2 a 0 no Juazeiro, pelo jogo de ida da semifinal, e conseguiu o primeiro triunfo na Fonte Nova desde a reinauguração, após cinco tentativas.
Foi também o primeiro resultado positivo sob Joel Santana, depois de cinco jogos.
A última vez que o Tricolor havia vencido no Baianão tinha sido em 24 de março: 2 a 0 em cima da Juazeirense, na despedida de Pituaçu.
Ambos os gols saíram no primeiro tempo: aos 11 minutos, quando o meia-atacante Zé Roberto surpreendeu a todos ao fazer uma bela jogada, passar por dois, invadir a área e tocar para as redes; e aos 29, quando o lateral direito Pablo tentou cruzar, a bola desviou e acabou entrando.
A equipe até perdeu algumas chances, mas não realizou uma boa apresentação e recebeu vaias da torcida em momentos da etapa final. A principal queixa foi com a troca do volante Feijão, que estreou como titular e saiu machucado ainda antes do intervalo, por um zagueiro: Danny Morais.
As arquibancadas não tiveram a Bamor, punida pelo arremesso das caxirolas domingo passado.
O Bahia, que usou camisas listradas e calção branco mesmo dentro de casa, agora pode perder por diferença de um gol que estará classificado para a finalíssima. Se for por dois, dá Juá.
O jogo de volta é sábado, às 18h30, no estádio Adauto Moraes, no norte do Estado.

Após atuação 'muito abaixo', Sheik cobra postura vitoriosa do Timão


“Eu não me lembro de o time ter jogado tão mal em uma partida de tamanha importância”. Emerson Sheik foi veemente ao avaliar a atuação do Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Boca Juniors, na Argentina, na última quarta-feira, pelas oitavas de final da Libertadores. O atacante foi quem mais criticou a equipe.
Tite até admitiu a má atuação, mas minimizou pelo fato de o jogo ter sido truncado. Já os demais jogadores, em sua maioria, preferiram falar do otimismo para a partida de volta, dia 15 de maio, no Pacaembu. Mas Sheik não poupou críticas e fez um alerta: é preciso recuperar a postura vitoriosa.
- Ao longo desses anos, nós criamos uma forma de jogar vitoriosa. Não podemos deixar de jogar assim. Fomos muito abaixo do que podemos produzir - avaliou.
Emerson jogo Corinthians Boca Juniors (Foto: Reuters)Emerson Sheik disputa a bola com marcador do Boca Juniors, em La Bombonera (Foto: Reuters)
O atacante corintiano se esquiva quando questionado sobre o favoritismo, mas lembra que se o Timão encaixar seu estilo de jogo a vitória estará mais perto. E o Corinthians precisa de um triunfo por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da Taça Libertadores da América.

No ano passado, na decisão da Libertadores da América, o Timão teve melhor sorte. Empatou por 1 a 1 em La Bombonera e venceu por 2 a 0 no Pacaembu. Agora, o Corinthians recebe os argentinos em São Paulo já perdendo de 1 a 0. Se devolver o placar, a decisão será nos pênaltis. Qualquer empate dá a vaga aos xeneizes.- É difícil falar de favoritismo quando se fala de Boca e Corinthians. Mas vou repetir: se a gente jogar em casa, com o apoio do nosso torcedor, e conseguirmos encaixar nosso estilo de jogo, vamos ficar mais fortes e a possibilidade de vencer fica maior - acrescentou Emerson Sheik.

Vitória x Juazeirense: Decisão no Barradão

Ontem foi Bahia, hoje é dia do Vitória colocar mesa a sua sorte nas semifinais do Campeonato Baiano, enfrentando o Juazeirense, às 20h30 no Estádio Manoel Barradas Carneiro, precisando vencer para facilitar a classificação no segundo jogo que acontece no Estádio Adauto Morais, em Juazeiro, no próximo Domingo. 

Ainda que enfrentando um adversário difícil pela campanha surpreendentemente que vem fazendo, a melhor no estadual, após somar 19 pontos em 24 disputados e ostentando a condição de melhor defesa da competição, sofrendo apenas três gols em oito jogos, pelo mando de campo, pela força da torcida, sem qualquer dúvida, o Esporte Clube Vitória carrega o status de grande favorito especificamente para o jogo, talvez, sem a mesma facilidade encontrada ontem à tarde pelo Bahia, no Estádio da Fonte Nova. 

Victor Ramos, suspenso em três jogos pelo Tribunal de Justiça Desportiva baiano é o único desfalque do Leão para a partida. Com isto, Caio Júnior promove a entrada do zagueiro Fabrício na vaga na condição de titular. Outra mudança é o retorno do volante Luís Alberto, substituindo Cáceres, vetado pelo departamento médico.

Clube Amigos Show realizou 2º Ba x Vi do ano e desta vez deu Bahia

Nesta quarta feira dia 1º, dia do trabalhador, o Clube Amigos Show realizou no campo do Pitanguinha, o segundo BA x VI Amigos Show de 2013. Em janeiro foi realizado o primeiro, quando na oportunidade o Vitória venceu por 3 a 2, hoje foi a vez do Bahia descontar o placar e vencer também por 3 a 2.
Com o resultado, a decisão para saber quem será campeão do ano, acontecerá em dezembro, no último baba do Clube Amigos Show.
Antes de começar o jogo, o vereador e organizador do evento, Fabricio Lemos, parabenizou os trabalhadores pelo 1º de maio, levou uma mensagem de reflexão e orou por todos os presentes e homenageados do dia. O mesmo levou a todos a meditarem da importancia da união do grupo, da solidariedade e de cada um fazer sua parte para contribuir com o melhor que está ao nosso lado, seja ele, vizinho, amigo, familiar, enfim fazer o melhor através do esporte, social ou qualquer outra situação para o bem comum de todos.
O Bahia precisava da vitória pois se o rubro negro vencesse o jogo, acabaria a disputa do ano. Por ter a responsabilidade de vencer, o tricolor atuou sempre buscando o gol, mas no inicio do primeiro tempo o vitória abriu o placar com Jô.
Precisando virar o jogo, o tricolor partiu para cima e empatou com Zizão, marcando após uma boa jogada individual do meia Jó.
O jogo estava bem disputada tecnicamente, e ainda na primeira etapa, após uma bela jogada do centro avante Jô que fez uma perfeita assistência, o atacante Medrado, não desperdiçou e colocou o Vitoria mais uma vez na frente.
Terminado o primeiro tempo com o Vitória vencendo por 2 a 1, na volta do intervalo, ambas as equipes tiveram que realizar suas alterações conforme regra do Clube Amigos Show. O Bahia mudou 4 jogadores e o Vitória 7. Com essas alterações o tricolor se manteve melhor e dominou maior parte da segunda etapa e conseguiu chegar ao empate outra vez com Zizão.
Aos 34 minutos o lateral Lito que jogou de meia, acertou um belo chute de fora da área no ângulo superior esquerdo do goleiro Marcelo e virou o placar para o tricolor.
Final de jogo, Bahia 3 x 2 Vitória. Foi uma bonita festa promovida pelo vereador Fabricio Lemos, que após o jogo proporcionou um churrasquinho para todos os presente, com Mateus sonorização, contando ainda com a presença de Fabio Marcio e Mizinho, artistas da cidade. Houve ainda sorteio de brindes para os trabalhadores presentes.
Na festa de confraternização o Bahia recebeu o troféu através do seu capitão Inha que fez a festa com seus jogadores. Lembrando que em dezembro o troféu retorna para saber quem ficará com ele pelo título que será conquistado com a vitória de algum dos times no mês de dezembro.























Com Sobis em alta, Flu inicia luta nas oitavas contra o Emelec no Equador

Rafael Sóbis Fluminense Arena SporTV (Foto: Marcella Dottling / SPORTV.COM)
Dois times, muitos desfalques e o início da briga por uma vaga nas quartas de final. Nesta quinta-feira, Emelec e Fluminense se enfrentam pelas oitavas da Libertadores no Estádio George Capwell, em Guayaquil, às 22h30m (de Brasília). Entre os tricolores, a grande aposta para sair do caldeirão equatoriano com um bom resultado é a boa fase do atacante Rafael Sobis. O camisa 23, agora atuando como referência na frente e com cinco gols nos últimos quatro jogos, não tem deixado a torcida sentir saudades do capitão Fred.

Fonte:globoesporte

São Paulo e Galo voltam ao Morumbi apostando nos seus camisas 10

Montagem Jadson Ronaldinho São Paulo x Atlético-MG (Foto: Editoria de Arte)
Não por acaso, Jadson e Ronaldinho Gaúcho usam o número eternizado por Pelé e característico dos jogadores mais talentosos de um time. A partir desta quinta-feira, às 20h15m, no Morumbi, passa pelos pés deles o futuro de São Paulo e Atlético-MG na Libertadores. Depois de campanhas bem diferentes na primeira fase, o Tricolor aposta em seu histórico na competição e na reação na reta final diante de um Galo até agora arrasador.

Mais do que liderar seus times, os meio-campistas lutam também por espaço na seleção brasileira que disputará a Copa das Confederações no mês que vem. Ronaldinho é nome praticamente certo na lista de Felipão, enquanto Jadson precisa de boas atuações em um confronto de peso como este para convencer o treinador de que pode fazer parte do grupo.
Para isso, o jogador conta com a melhora do São Paulo. A vitória por 2 a 0 sobre o próprio Atlético-MG, na última rodada da fase de grupos, não só classificou o Tricolor como também afastou a crise que o rondava. Apesar de suas últimas cinco eliminações terem sido para brasileiros, o São Paulo se agarra ao retrospecto positivo de ter conquistado três títulos, além de chegar a outras três finais do torneio mais importante da América do Sul.
Dono da melhor campanha nos grupos, o Atlético-MG volta a levar o torneio a sério para seguir no caminho do título inédito. Depois de cinco vitórias seguidas, foi batido pelos paulistas no jogo em que Ronaldinho deu a polêmica declaração de que se tratava de um “treino” para as oitavas. A frase irritou os são-paulinos e fez crescer a rivalidade entre as equipes. A expectativa em Belo Horizonte é enorme para que o Galo consiga, enfim, o primeiro título na Libertadores.
A Conmebol designou um trio de arbitragem paraguaio para a partida. Antônio Arias apita, tendo Carlos Cáceres e Darío Gaona como assistentes.

Fonte:globoesporte

COPA DO BRASIL: Só o Atlético-GO na terceira fase sem a volta

Na abertura da segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, com sete jogos, apenas o Atlético-GO passou à terceira fase sem a necessidade do confronto de volta, por ter vencido por dois gols de diferença. O time goiano fez 3 a 1 sobre o Cianorte, no Paraná. Dos três grandes que estrearam, nenhum evitou o descarte. Cruzeiro e Flamengo ganharam fora, mas sem o saldo de gols necessário. O Internacional empatou em zero a zero com o Santa Cruz, em Recife.

Em Volta Redonda, o Cruzeiro abriu 2 a 0, com Éverton Ribeiro e Nilton, mas sofreu um gol de Guto e não evitou a volta, dia 22. Mas atuará pelo empate ou por uma derrota até 1 a 0 para avançar e enfrentar o Atlético-GO.
A situação do Flamengo é parecida, após vencer, de virada, o Campinense, por 2 a 1. Na volta, dia 15, o time carioca também pode até perder por 1 a 0 para avançar. Saiu atrás com gol de Jeferson Maranhense, mas virou com dois gols de Renato Abreu.
No Estádio do Arruda, apenas sem o meia D’Alessandro, o Internacional teve dificuldade para segurar a pressão do Santa Cruz. Na volta, dia 15, quem vencer fica com a vaga.

Fonte:futebolinterior

Na raça, Grêmio bate Santa Fé com um a menos e abre vantagem


Caiu o último invicto da Copa Libertadores da América. Com muita raça, o Grêmio superou a adversidade de perdeu um jogador expulso no começo do segundo tempo e venceu o Santa Fé por 2 a 1 nesta quarta, na Arena. Eduardo Vargas e Fernando fizeram os gols gremistas, e Omar Pérez descontou para a equipe colombiana
O Grêmio dominou o jogo no primeiro tempo. Com marcação adiantada, forçou o erro do time colombiano e pressionou até marcar seu gol, aos 28, com Vargas. Na etapa final, o Santa Fé empatou em um pênalti que resultou também na expulsão de Cris. Mas, na raça, com um a menos, o Grêmio chegou ao segundo gol em um belo chute de Fernando de fora da área, consolidando a vitória.
O próximo jogo entre Santa Fé e Grêmio, em Bogotá, ocorrerá no próximo dia 16, no Estádio El Campín. Com os 2 a 1, o Tricolor joga pelo empate na Colômbia. O Santa Fé se classifica se vencer por 1 a 0 ou dois gols de diferença.
Fonte:gazetaesportiva

Boca Juniors coloca ordem na Bombonera e sai na frente do Timão


Alguma coisa estava fora da ordem. Riquelme nem jogou, mas acertou ao estranhar o favoritismo apontado para o Corinthians na Bombonera. Jogando em sua mítica casa, o Boca Juniors impôs sua força de hexacampeão sul-americano e superou o rival, dono do continente uma vez, por 1 a 0.
Construído com um gol de Blandi, aos 13 minutos do segundo tempo, o resultado deixou o atual campeão da Copa Libertadores em situação complicada. Para avançar às quartas de final, o Timão terá de vencer por dois gols de diferença ou devolver o 1 a 0 e tentar a sorte nos pênaltis, daqui a duas semanas, no Pacaembu.
O Boca foi melhor na etapa inicial, mas o Corinthians manteve o jogo sob relativo controle. Após o intervalo, os donos da casa partiram para cima e chegaram ao tento que definiu o placar em indecisão da defesa. A tentativa de empate rendeu uma bola na trave, mas não foi repetido o resultado obtido no finalzinho no confronto entre os times no ano passado.
Fonte:gazetaesportiva

Sem mistérios, Vitória está pronto para encarar o Juazeirense no Barradão

Sem mistérios, Vitória está pronto para encarar o Juazeirense no Barradão
Sem mistérios, o técnico do Vitória, Caio Júnior, já definiu os onze titulares que entrarão em campo nesta noite de quinta-feira, contra o Juazeirense, às 20h30, no estádio Manoel Barradas, válido pelo primeiro encontro entre as duas equipes na semifinal do Campeonato Baiano.
 
Contando com a ausência do zagueiro Victor Ramos, suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) na terça-feira, em razão da expulsão no duelo com o Botafogo-BA na segunda fase da competição, o comandante rubro-negro resolveu fazer o óbvio: promover Fabrício ao time titular.
O experiente jogador, que entrou durante o clássico Ba x Vi do último domingo, que terminou 2 x 1 para o Leão, na Arena Fonte Nova, tem a confiança da comissão técnica e terá ao seu lado Gabriel Paulista neste duelo. Deola, Nino Paraíba e Mansur vão completar o sistema defensivo da equipe. 
 
No meio de campo, um retorno que faz a diferença no setor: Luís Alberto. Poupado do duelo com o tricolor baiano no final de semana, por conta de um cansaço muscular, o atleta tem presença garantida ao lado de Michel. Ambos ficarão responsáveis pela marcação do Leão neste duelo. 
 
A outra novidade ficará no banco de reservas. Recuperado de uma lesão muscular que o tirou dos gramados no último mês, Marcelo Nicácio, artilheiro do elenco na temporada com nove gols, estará no banco de reservas para substituir Dinei, caso seja necessário. 
 
FICHA TÉCNICA
Campeonato Baiano - Semifinal
Vitória x Juazeirense
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: 02/05/2013
Horário: 20h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (FBF) e Alberto Tavares Neto (FBF)
 
Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Fabrício e Mansur; Michel, Luís Alberto, Escudero e Renato Cajá; Maxi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
 
Juazeirense: Maikon; Muriel, Sidraílson, Rodrigo Gois e Neném; Naldo, Waguinho, Capone e Madson; William Carioca e Quirino. Técnico: Quintino Barbosa. 

Fonte:bahianoticias

Bayern elimina Barcelona e vai à final

Bayern elimina Barcelona e vai à final
O Bayern de Munique venceu o Barcelona por 3 a 0 no Camp Nou, na tarde desta quarta-feira (1), e se classificou para a final da Liga dos Campeões. O time da Bavária enfrentará o rival Borussia Dortmund no próximo dia 25, em Wembley. Será a quarta final entre equipes do mesmo país na competição.
Um dos principais destaques da goleada foi o francês Franck Ribéry, que ditou o ritmo para o holandês Arjen Robben e o alemão Thomas Müller marcarem seus gols. O zagueiro da equipe catalã, Piqué, marcou contra. Todos os gols saíram no segundo tempo.
Já pelo lado do Barcelona, Lionel Messi começou e terminou o jogo no banco de reservas. Segundo a assessoria de imprensa do clube, o camisa 10, o técnico Tito Vilanova e o staff médico decidiram que seria melhor deixá-lo em repouso por ainda ter resquícios de uma micro ruptura na coxa direita, lesão sofrida na partida contra o Paris Saint-Germain.
O Bayern conseguiu também o recorde de maior placar agregado em uma semifinal da Liga dos Campeões: 7 a 0. Campeão alemão com cinco rodadas de antecedência e finalista da Copa da Alemanha, a equipe mantém as chances de ganhar a tríplice coroa antes da chegada do treinador Pep Guardiola.

Fonte:bahianoticias

YPIRANGA GOLEIA O CAMAÇARI PELA SEGUNDONA


Após o empate diante do Ipitanga,  na estreia,  o  Ypiranga venceu sua  primeira  partida no 2ª Divisão do  Baianão. O  Mais  Querido  goleou  o  Camaçari  por  4  a  1, fora  de  casa,  pela segunda rodada da competição.   
Com o resultado, o aurinegro foi aos quatro pontos ganhos e assumiu a liderança do Grupo 1. Já o Azulino, que estreou nesta quarta, terminou na lanterna. O vice-líder do grupo é o Galícia, seguido de perto pela Catuense, que derrotou o Tucano por 2 a 1.
No Grupo 2 quem assumiu a liderança foi o Flamengo de Guanambí. O Rubro-Negro ficou no empate por 3 a 3 com o Jequié, que ficou na segunda colocação. Ambos chegaram aos quatro pontos.
Já o Colo-Colo estreou com derrota para o Itabuna, por 2 a 0. O Tigre de Ilhéus ficou na lanterna do Grupo. Já o Itabuna é p terceiro colocado, com três pontos.


Fonte:osgalaticos

BAHIA VENCE O JUAZEIRO E FICA PERTO DA VAGA NA FINAL DO BAIANÃO

Sem convencer, Bahia vence Juazeiro na Fonte Nova e se aproxima da final do Baiano
Pressionado e sob muitos protestos da torcida, o Bahia conseguiu sua primeira vitória na Arena Fonte Nova, nesta quarta-feira (1º). O tricolor venceu o Juazeiro por 2 a 0, no jogo de ida das semifinais do Baianão 2013.

Marquinhos Gabriel comemora triunfo e pede atenção no jogo de volta contra o Juá
Zé Roberto e Pablo marcaram os gols do triunfo que deixou o Esquadrão perto da vaga nas finais. No jogo de volta, no próximo sábado (4), o Tricolor das carrancas, por ter a vantagem, precisa devolver o resultado e vencer o time de Joel Santana por 2 a 0 para chegar à decisão.

Fonte:osgalaticos

Gramado do Mané Garrincha é concluído

Gramado do Mané Garrincha é concluído
O gramado do Estádio Nacional Mané Garrincha foi concluído na noite desta terça-feira (30), segundo o governo do Distrito Federal.
 
Agora, serão necessários mais 15 dias para o gramado, que foi cultivado em Neópolis (SE), fixar no campo e as raízes crescerem. De acordo com o secretário Extraordinário da Copa, Cláudio Monteiro, todo o processo foi realizado sobre uma área totalmente nivelada, com toda a drenagem, solo compactado e irrigação prontos.
 
O Mané Garrincha receberá a abertura da Copa das Confederações no dia 15 de junho, na partida entre Brasil e Japão. No dia 26 de maio, receberá o jogo entre Santos e Flamengo, válido pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro, como evento-teste.
 
O estádio só ficará pronto no próximo dia 18, com cerca de um mês de atraso e as obras de adequação para a Copa do Mundo custaram aos cofres do governo do Distrito Federal R$ 1,1 bilhão.

Fonte:bahianoticias

Copa Libertadores: Verdão segura 0 a 0

O  time ficou no 0 a 0 nesta terça-feira, no México, e precisa de qualquer vitória no dia 14, no Pacaembu, para avançar às quartas de final da Libertadores – o adversário passa se empatar com gols.
O Tijuana, melhor segundo colocado entre os que se classificaram na fase de grupos, ainda não sofreu gols em seu estádio na competição, nem o Verdão balançou as redes fora de casa no torneio. Mas o time de Gilson Kleina teve até uma falta que Wesley alegou ter sofrido na área em que o árbitro não marcou pênalti.
Empenhado na reta final para evitar a derrota, o Palmeiras, já desclassificado no Campeonato Paulista, tem duas semanas para se preparar para receber o Tijuana em São Paulo, onde o Corinthians, que tinha perdido no México, o venceu por 3 a 0 na fase de grupos. O clube mexicano, fora do torneio local, também tem o torneio continental como única competição em seu foco. 

Fonte: Gazeta Esportiva.

Victor Ramos é suspenso por três jogos.

O Vitória perdeu por três jogos, o zagueiro Victor Ramos, em julgamento realizado nesta terça-feira, à noite, pelo Tribunal de Justiça da Federação Bahiana de Futebol. O meia Renato Cajá foi absolvido e terá condições de enfrentar o Juazeirense, nesta quinta-feira, 2 de maio, pelas semifinais do Campeonato Baiano. 
Dr. Manoel Machado, advogado rubro-negro, já ingressou com pedido de efeito suspensivo para que Victor Ramos tenha condições de atuar quinta-feira, no Estádio Manoel Barradas. Victor Ramos e Renato Cajá foram expulsos no jogo Vitória 0 x 1 Botafogo, na Arena Fonte Nova, na primeira rodada dos jogos de volta das artas-de-final do Campeonato Baiano.

Fonte:entrandonaarea


Unidos da Tijuca homenageará Ayrton Senna em 2014

Unidos da Tijuca homenageará Ayrton Senna em 2014
Em 2014, ano em que a morte de Ayrton Senna completará duas décadas, a escola de samba Unidos da Tijuca trará o tricampeão mundial como tema do enredo "Acelera, Tijuca". Além de reverenciar Senna, o carnavalesco Paulo Barros levará o universo da velocidade e do automobilismo para a Sapucaí.
Segundo o presidente da agremiação, Fernando Horta, a família de Senna abraçou a ideia e estará diretamente envolvida na pesquisa e no desenvolvimento do enredo. De acordo com o presidente, logo após o carnaval, a escola entrou em contato com o Instituto Ayrton Senna e com a irmã do piloto, Viviane.
Há exatos 19 anos, no dia 1º de maio de 1994, o Brasil perdeu Ayrton Senna em um trágico acidente no Grande Prêmio de San Marino, na pista de Ímola, na Itália.

Fonte:bahianoticias

DEZENOVE ANOS SEM AYRTON SENNA: ATLETAS PRESTAM HOMENAGEM AO ÍDOLO

1º de Maio. Esta data marcou para o Brasil a perda de um dos maiores ídolos do esporte brasileiro - Ayrton Senna. No Circuito de Ímola, na Itália, durante o GP de Monza, Senna não resistiu aos ferimentos após sofrer um grave acidente aos 34 anos.
Hoje, após 19 anos, o piloto Rubens Barrichello, que era amigo de Senna, publicou em rede social a mensagem: “saudades”. Com uma imagem do Senna sentado e o carro atrás.
Já Felipe Massa registrou que para ele, o grande piloto é um gênio e “19 anos da morte do Gênio Ayrton!! Saudades!! 19 years of the death of Ayrton! Miss you !!”, escreveu Massa.
Homenagens partiram também de Bruno Senna, que segue os passos do tio no automobilismo. Em um montagem de fotos, o jovem mostrou momentos felizes ao lado do eterno campeão. “Saudades! 19th anniversary, Becão! Aniversário de 19 anos, Becão! #bestever #memories #familia #infancia”.
Bebeto, tetracampeão pela Selkeção Brasileira, também deixou sua homenagem."O Brasil perdeu um ídolo, um exemplo de cidadão...# 19 anos sem nosso ídolo Ayrton Senna", escreveu.
Fonte:osgalaticos