GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

Click e acesse Radio Web Top Notícias

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Tite deve promover seis alterações na seleção para enfrentar o Peru

 


O técnico Tite vai mudar novamente a escalação da seleção brasileira. Contra o Peru, nesta quinta-feira (17), às 21h, o comandante deve promover até seis alterações em relação à estreia na Copa América, contra a Venezuela.

 

A principal delas é a volta de Thiago Silva no lugar de Marquinhos. O zagueiro do Chelsea se machucou na final da Liga dos Campeões, contra o Manchester City, e desfalcou o Brasil nos últimos jogos. No gol, Alisson cede lugar a Éderson.

 

Segundo o "GE", o meio e o ataque serão os setores mais modificados. Capitão do último jogo, Casemiro sai para entrar Fabinho, e Éverton Ribeiro pode ganhar a vaga de Fred. O esquema também deve mudar, já que Éverton Cebolinha atuará no lugar de Lucas Paquetá. Sendo assim, Neymar fará a função mais central. No comando do ataque, Gabigol substituirá Richarlison. 

 

Confira a provável escalação: Éderson; Danilo, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho, Éverton Ribeiro (Fred) e Neymar; Gabriel Jesus, Gabigol e Éverton Cebolinha.

 

As medidas não foram confirmadas por Tite. O Brasil lidera o Grupo B da Copa América, com três pontos e três gols de saldo. A chave ainda tem Peru, Equador, Colômbia e Venezuela. 


Em reencontro após final do Nordestão, Bahia e Ceará se enfrentam no Castelão

 


Um mês após a final da Copa do Nordeste, Bahia e Ceará voltam a se encontrar na tarde desta quinta-feira (17), às 16h, na Arena Castelão, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Campeão regional, o Tricolor espera mais uma vez sair feliz das terras cearenses com os três pontos. Por outro lado, os jogadores do Vozão querem dar o troco.

 

O Esquadrão vem de uma derrota para o Internacional no último domingo (13), em Pituaçu. Após um jogo marcado por uma atuação ruim e um erro claro de arbitragem que prejudicou o Tricolor, o zagueiro Juninho acredita que o Bahia pode conseguir um bom resultado. 

 

"O time vem em um momento bom, tirando o jogo contra o Inter, que a gente não soube aproveitar a superioridade numérica. A gente tem capacidade de fazer um sair contra o triunfo", disse.

 

Os jogadores das duas equipes irão se rever após a grande briga ao apito final que deu o título do Nordestão ao Bahia. Sem citar a confusão, Juninho crê que a rivalidade entre os clubes está maior.

 

"Está maior, mas não por causa da confusão, e sim por tudo que os dois clubes vem fazendo, se estruturando. A rivalidade acontece e é grande por isso. Não por causa da confusão", indicou.

 

Para o jogo, o Tricolor espera contar com o lateral-direito Nino Paraíba. Para isso, é preciso que o STJD conceda efeito suspensivo ao atleta. Vale lembrar que ele foi suspenso justamente por causa da briga no jogo contra o Ceará.

 

CEARÁ

 

O Ceará vem em um momento difícil. Após empatar em 0 a 0 com a Chapecoense, o elenco do Vozão foi pressionado por torcedores ao desembarcar em Fortaleza. Apesar do clima ruim, o volante Oliveira fala em trabalhar para superar as dificuldades.

 

"Um clube grande como o Ceará sempre tem pressão. Os torcedores sabem dos jogadores que tem no clube, sabem o que eles podem fazer, por isso existe a pressão. Isso é normal quando as vitórias e os títulos não vem. Temos que conversar, saber o que podemos melhorar, e trabalhar cada vez mais forte", disse.

 

FICHA TÉCNICA
Ceará x Bahia
Campeonato Brasileiro - 4ª rodada
Local: Castelão, em Fortaleza
Data: 17/06/2021 (quinta-feira)
Horário: 16h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

 


Ceará: Richard (Vinícius), Gabriel Dias, Klaus, Messias, Bruno Pacheco; Oliveira, Fernando Sobral, Jorginho; Lima, Rick e Felipe Vizeu. Técnico: Guto Ferreira.

 


Bahia: Matheus Teixeira; Renan Guedes (Nino), Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano e Daniel; Rossi, Rodriguinho e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.


Vitória empata a terceira partida pelo Brasileiro da Série B

 


Não foi desta vez que o Vitória venceu a primeira no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando em Belém (PA) na tarde desta quarta-feira (16), o time baiano empatou em 0x0 com o Remo. Agora o rubro-negro é o 14º colocado, com três pontos, faltando o complemento da rodada.

Em seu terceiro jogo no comando da equipe, o técnico Ramon Menezes mandou a campo Lucas Arcanjo, Gabriel Inocêncio (Cedric), Marcelo Alves, Wallace Reis, Mateus Moraes (Eduardo) e Roberto (Pedrinho); Gabriel Bispo, Pablo Siles e Soares; David (Guilherme Santos) e Samuel (Dinei).

O próximo jogo será contra o Brusque (SC), no sábado, às 19hs, no Barradão. O adversário catarinense é o atual segundo colocado.


quarta-feira, 16 de junho de 2021

Salvador entra na disputa para sediar Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas

 


A Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas de 2022, organizada pela Federação Internacional de Natação (Fina), pode ter Salvador em seu calendário. Isso porque a A Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA), com o apoio da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, busca trazer a competição para a capital baiana.

 

“Chegou a hora de mostrar para o mundo, que além de ser um celeiro de atletas de alto nível, nós temos talento na organização de grandes eventos”, destaca o presidente da FBDA, Diego Albuquerque. Vale lembrar que a cidade já foi sede da Meia Maratona e da Copa do Mundo de futebol, em 2014.

 

Para conseguir o feito, a FBDA está inscrevendo o projeto na Lei Federal de Incentivo ao Esporte e busca o apoio do Governo do Estado, através de Sudesb, com quem já tem uma parceria ao longo dos anos, Prefeitura de Salvador, Saltur e também empresas privadas.

 

“A Confederação Brasileira já preparou uma proposta pra Fina e a gente espera consolidar o sonho de trazer de volta para a América do Sul uma etapa da maior competição de Maratonas Aquáticas”, comenta Diego.

 

A Bahia sedia as finais do Campeonato Brasileiro de Maratonas Aquáticos há mais de uma década. Além disso, revelou atletas como Ana Marcela, número um no mundo, Alan do Carmo, que já foi campeão mundial, e Victor Colonese.


Clubes anunciam intenção de criar liga para organizar Brasileiro

 


Os principais clubes brasileiros de futebol anunciaram nesta terça-feira (15) que têm a intenção de criar uma liga independente para comandar o campeonato nacional do país, com 19 dos 20 clubes da Série A apoiando a decisão de formar uma liga que possa lhes garantir mais controle do esporte.

Diferentemente de países como Inglaterra, Espanha e Alemanha, onde a liga é comandada por um órgão separado da associação nacional de futebol, as ligas profissionais no Brasil são controladas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Há muito o que fazer, e isso começa já”, disse o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, no Twitter. “Por novo calendário, mais planejamento, investimentos e receitas. Por democracia, com equilíbrio, união e trabalho. Sem conflitos, sem ressentimentos”, afirmou.

Os 19 clubes brasileiros (o único que não assinou o documento foi o Sport Recife, que está sem presidente) entregaram uma carta à CBF expressando sua decisão pela “criação imediata de uma Liga de Futebol do Brasil” que será fundada assim que possível.

A carta diz que a decisão é “em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e revelam um distanciamento total e absoluto” entre os clubes e a CBF.

A decisão acontece em um momento de insatisfação generalizada com a CBF, que em 31 de maio aceitou sediar no Brasil a Copa América de 2021 com duas semanas de antecedência, enquanto o Campeonato Brasileiro está acontecendo


Ainda na bronca com arbitragem, Bahia volta ao palco do título contra o Ceará

 


O Bahia foi derrotado pelo Internacional em Pituaçu, neste domingo (13), por 1 a 0, pelo Brasileirão. A apatia do Tricolor de Aço foi determinante nesta partida, onde atuou com um jogador a mais durante maior parte do segundo tempo. O Esquadrão agora se concentra no jogo contra o Ceará, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro, na quinta-feira (17), às 19h.

A reedição da final da Copa do Nordeste acontece após atuação abaixo do esperado do Vozão contra a Chapecoense. Apesar de uma atuação melhor que o adversário, o Ceará não conseguiu consolidar seu domínio em gols. Jogando como mandante, na Arena Condá a Chapecoense também teve chances de abrir o placar. O meia Vina, ex-Bahia, foi mantido no banco por opção de Guto Ferreira por suas recentes atuações não muito convincentes.

No jogo contra o Internacional, o Bahia teve uma péssima atuação. O Tricolor teve apenas uma grande chance na partida, criada por Rodriguinho e desperdiçada por Gilberto, que parou em grande defesa do goleiro colorado Daniel. Em saída de bola errada, o Inter tomou a posse e resultou em pênalti polêmico, sofrido, cobrado e marcado por Edenílson. Mesmo com a expulsão do zagueiro Lucas Ribeiro, a terceira do Colorado em três jogos seguidos, o Bahia seguiu com bolas alçadas na área sem efeito positivo.


Após empate no Barradão, Vitória vai até o Pará enfrentar o Remo

 


O Vitória empatou com o Operário neste domingo (13) em 0 a 0 pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os times fizeram um jogo equilibrado, com poucas chances para os dois lados. Ainda sem vencer na competição, o Rubro-Negro agora mira a partida contra o Remo, na quarta-feira (16), às 16h.  

O Remo estava invicto na Série B. O chamado Clube do Periçá agora soma uma vitória, um empate e uma derrota em suas três partidas. O duelo de felinos, entre o Leão rubro-negro e o Leão Azul, ocorre após dura derrota o time paraense para o Botafogo, por 3 a 0, no domingo (13).

Chuva atrapalhou

Na partida contra o Operário, os times tiveram algumas oportunidades para abrir o placar, principalmente na segunda etapa da partida, mas a chuva e o gramado molhado atrapalharam os atacantes. A lei do ex quase aparece no Barradão após trapalhada de Lucas Arcanjo: Pedro Ken, ex-jogador rubro-negro, quase completa de cabeça para o gol após tentativa do goleiro de afastar a bola.


segunda-feira, 14 de junho de 2021

Em jogo de pouca criatividade, Bahia perde para o Internacional em Pituaçu

 


O Bahia conheceu na noite deste domingo (13) a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro. Dentro de Pituaçu, o Tricolor foi superado pelo Internacional por 1 a 0 em jogo válido pela terceira rodada. A única bola na rede foi anotada por Edenílson, em um pênalti que gerou muito questionamento, mas sequer foi analisado pelo árbitro de vídeo.

 

Com o resultado, a equipe segue com quatro pontos na competição. A equipe volta a jogar pela competição nacional na próxima quinta-feira (17), contra o Ceará, na Arena Castelão.


Fonte: bahianoticias


Vitória empata com Operário-PR no Barradão e segue sem vencer na Série B

 


O Vitória empatou em 0 a 0 com o Operário-PR, no Barradão, e segue sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Em três jogos, a equipe tem dois empates e uma derrota. 

 

O Fantasma entrou em campo com 11 desfalques. Seis jogadores testaram positivo para a Covid-19, quatro estão em recuperação de lesão e um, o lateral-direito Alex Silva, estava suspenso. Ainda assim, o Rubro-Negro baiano não conseguiu ser superior em campo a ponto de balançar as redes adversárias. 

 

Com 2 pontos, o Vitória está próximo à zona de rebaixamento. O Leão volta a campo na próxima quarta-feira (16), contra o Remo, pela quarta rodada da Série B. A partida ocorre no estádio Baenão, em Belém (PA). 


Fonte: bahianoticias


domingo, 13 de junho de 2021

Brasil vence Venezuela por 3 a 0 em estreia na Copa América

 


O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi palco na noite deste domingo (13) da estreia da seleção brasileira na Copa América de 2021. A equipe nacional fez 3 a 0 na Venezuela pela abertura do Grupo A. Os gols foram marcados pelo zagueiro Marquinhos e pelos atacantes Neymar e Gabriel Barbosa.

Antes do início da partida, ocorreu um rápido cerimonial para abertura da competição. Alguns profissionais da saúde levaram a taça da Copa América até o centro do gramado do Mané Garrincha e o telão do estádio passou imagens alusivas às 10 equipes que participam do torneio e foi organizado um show de fogos de artifício que tomou conta do céu da capital federal.

Com a bola rolando, a primeira partida da Copa América dessa temporada foi totalmente dominada pelo Brasil. Aos sete, quase Richarlison abriu o placar depois de cobrança de escanteio de Neymar. Aos nove, a mesma dupla esteve em ação. Neymar deu um belo lançamento para Richarlison que não conseguiu dominar. Aos 10, Éder Militão por muito pouco não abriu o placar de cabeça. Aos 22, finalmente as redes venezuelanas balançaram. Neymar bateu o escanteio da esquerda e o zagueiro Marquinhos aproveitou o bate e rebate na área para fazer o primeiro gol. Aos 25, Richarlison marcou, mas estava impedido. Aos 29, Neymar fez boa jogada e finalizou rasteiro. A bola passou raspando a trave direita do gol de Graterol.

Na etapa final, o técnico Tite fez duas mudanças, colocando Everton Ribeiro no lugar do Lucas Paquetá e Alex Sandro no lugar de Renan Lodi, e a seleção marcou mais dois gols. Aos 16, o lateral-direito Danilo armou boa jogada e foi derrubado na área. Neymar deslocou o goleiro rival e fez mais um.

Depois, sem forçar muito o ritmo e com Gabriel Barbosa no lugar de Richarlison, Vinícius Júnior na vaga de Gabriel Jesus e Fabinho no lugar de Fred, saiu o terceiro gol aos 43 minutos. Neymar recebeu belo passe de Alex Sandro, driblou o goleiro e largou Gabriel Barbosa sozinho na frente do gol. O atleta do Flamengo empurrou com o peito para o fundo das redes.

A seleção volta a jogar na quinta-feira (17) contra o Peru no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (14) acontecerão os primeiros dois jogos do grupo A. Argentina e Chile se enfrentam no Nilton Santos, a partir das 18h, e, no Estádio Olímpico de Goiânia, Paraguai e Bolívia se enfrentam a partir das 21h.


sábado, 12 de junho de 2021

seleção feminina vence Rússia por 3 a 0

 


A seleção feminina não teve grandes dificuldades para vencer a Rússia por 3 a 0, no primeiro de dois amistosos preparatórios para os Jogos Olímpicos de Tóquio.  

 

Em Cartagena, o maior destaque do jogo foi Bruna Benites, que marcou os dois gols. Andressa Alves fechou a conta.

 

Antes do início da partida, as atletas fizeram um protesto contra a prática de assédio, com uma grande placa que dizia "assédio não". Na última semana, o então presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, foi afastado do cargo após ser denunciado por uma funcionária de assédio sexual e moral. 

 

A equipe treinada por Pia Sundhage volta a campo na próxima segunda-feira (14), contra o Canadá. A estreia na Olimpíada de Tóquio está marcada para 21 de julho, dois dias antes da cerimônia oficial de abertura dos Jogos. O Brasil ainda encara Holanda, no dia 24, e Zâmbia, no dia 27, pelo grupo F. 


quinta-feira, 10 de junho de 2021

Juazeirense faz história e, nos pênaltis, elimina Cruzeiro da Copa do Brasil

 


Numa partida histórica, a Juazeirense avançou à quarta fase da Copa do Brasil. O time baiano venceu o Cruzeiro por 1 a 0 nesta quarta-feira (9), no tempo regulamentar, em partida realizada no Adauto Moraes. O gol foi marcado por Thauan, que saiu do banco. Na disputa de pênaltis, o Cancão conseguiu a classificação ao vencer por 3 a 2. O goleiro Rodrigo Calaça pegou duas cobranças e foi o herói da equipe do interior da Bahia. 

 

A partida foi sem chances claras durante os 90 minutos. A melhor oportunidade do Cruzeiro foi criada por Airton, aos 27 minutos do segundo tempo. 

 

O jogo mudou para o Cancão de Fogo aos 20 minutos, com a entrada do atacante Thauan. Ele teve uma chance importante aos 35 minutos, mas desperdiçou. Contudo, cinco minutos depois ele não desperdiçou e empurrou a bola para o fundo das redes.

 

No último lance da partida, o zagueiro Ramon, ex-Vitória, ainda teve uma chance importante. Ele chutou para o gol, mas, heroicamente, Daniel salvou em cima da linha. No rebote, o defensor cruzeirense chutou a bola na trave.

 

Nas penalidades, o grande destaque foi o goleiro Rodrigo Calaça, que pegou duas cobranças do time cruzeirense. O time baiano venceu por 3 a 2.

 

O próximo adversário da Juazeirense na competição será definido por sorteio. As datas e horários também ainda serão apresentados posteriormente pela Confederação Brasileira de Futebol.
 

Antes, a equipe volta às atenções para a Série D. O próximo adversário é o Asa (AL), neste domingo (13), às 16h.

 

FICHA TÉCNICA
Juazeirense 1x0 Cruzeiro (3x2 nos pênaltis)
Copa do Brasil – 3ª fase (jogo de volta)
Local: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Data: 09/06/2021 (quarta-feira)
Horário: 19h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira
Cartões amarelos: Clebson, Eduardo, Waldir, Kanu e Patrik (Juazeirense); Weverton, Ramon, Matheus Neris  e Stênio (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Matheus Pereira (Cruzeiro)

Gol: Thauan (Juazeirense)

 
Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Wéverton, Ramon e Matheus Pereira (Kaiki); Matheus Neris (Paulo), Rômulo e Matheus Barbos; Bruno José (Stênio), Bissoli (Adriano) e Airton (Felipe Augusto). Técnico: Felipe Conceição
 
Juazeirense: Rodrigo Calaça; Guilherme Lucena, Mineiro (Kanu), Eduardo (Wendell) e Daniel Nazaré; Patrik, Sapé (Waldir), Waguinho e Clébson (Ian Augusto); Tony Galego (Thauan) e Kesley. Técnico: Carlos Rabello