CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Risco de o Bahia cair sobe para 20,6%

 
A Tribuna da Bahia, nesta sexta-feira, traz uma matéria das probabilidades dos riscos do Bahia voltar para onde Esporte Clube Vitória já saiu. No entanto, a matéria do jornal ainda não computa os pontos adquiridos pelo Sport e perdidos pela Ponte Preta, após o complemento da rodada, ontem à noite.

É certo que a distância da zona de risco já foi de 9 pontos , hoje é de apenas 5 pontos, consequência da escassez de pontos do Bahia, nas últimas 4 rodadas, onde disputou 12 e ganhou apenas um, fazendo subir de 4% para 20% o percentual de risco de queda. Veja ai.

Até entrar em campo, quarta-feira passada no Estádio do Parque de Pituaçu, o Bahia tinha oito pontos de vantagem sobre o 17º colocado na tabela de classificação da Série A do Brasileiro, o primeiro do Z-4, e segundo os sites de prognósticos, um risco de apenas 4.3% de rebaixamento para a 2ª Divisão.

No final do jogo, com a derrota de 1 a 0 para o Palmeiras, o índice de risco tricolor deu um pulo, subiu para 20.6%, faltando apenas sete rodadas para o término da competição. Na reapresentação de ontem, os jogadores encontraram o sinal amarelo de atenção, perigo, aceso no CT do Bahia.

O time baiano continua dependendo apenas de si mesmo e ainda com uma larga vantagem de pontos, para se manter na elite do futebol brasileiro em 2013. Mas a 31ª Rodada foi cruel para o time do técnico Jorginho, que além de ressuscitar o Palmeiras, até então com 98% de probabilidades de rebaixamento, que caiu para 83% com o triunfo em Salvador, ainda viu o Figueirense reagir, chegar aos 28 pontos, com o triunfo de 3 a 2 contra o Internacional, em Porto Alegre.

Através da imprensa esportiva, nos programas de rádio, a torcida do Bahia manifestou sua preocupação com relação ao futuro do tricolor, em função de uma tabela “cruel” nos últimos sete jogos da Série A. O time faz um jogo de alto risco em casa, contra Grêmio, sábado, dia 27, e dois contra Ponte Preta e Náutico, e quatro fora de Salvador contra Corinthians, Cruzeiro, Portuguesa e Atlético Goianiense.

Independente da vantagem do Bahia em pontos para o 17º colocado, o primeiro do Z-4, os sites de prognósticos projetam entre 42 a 44 o número mínimo de pontos ganhos para se manter na Série A em 2013. Neste caso, o time do técnico Jorginho tem a obrigação de vencer seus três jogos em casa para garantir a vaga sem depender de outros resultados fora de Salvador – Corinthians, Portuguesa, Cruzeiro e Atlético-GO – na reta final da 1ª Divisão deste ano.

Mesmo com um péssimo índice de aproveitamento nos últimos quatro jogos, ganhou apenas um ponto dos 12 disputados, no empate de 0 a 0 contra o Flamengo, no Rio de Janeiro, e perdeu para Fluminense, Coritiba e Palmeiras, a “estrela” do Bahia segurou o Tricolor longe do Z-4, porque seus concorrentes diretos, Sport e Palmeiras, também vinha perdendo seus jogos, dentro e fora de casa.
 
futebolbahiano.com

Vitória preparado para enfrentar o Furação

 
 
Nesta sexta-feira, o treinador Paulo César Carpegiani concluiu a preparação do time, mas não confirmou a escalação. O treinador rubro-negro segue com indefinições e pretende somente neste sábado, durante a preleção marcada para antes do almoço, confirmar os titulares. Com cansaço, o lateral-esquerdo Gilson foi poupado do rachão.

O mesmo ocorreu com o artilheiro Elton, gripado. Ambos foram medicados e aconselhados a ficar em repouso na chácara Vidigal Guimarães. No treino recreativo, mais uma vitória do time do zagueiro Gabriel diante do volante Uelliton. Tartá foi o dono do jogo: dois gols e muita firula, enlouquecendo os adversários. Esdras, William e Ananias completaram o placar de 5 a 2 do time de Gabriel (nesta sexta-feira, com colete verde) sobre o de Uelliton. Mineiro e Josué descontaram.
 
futebolbahiano.com