GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

sábado, 31 de julho de 2021

Vitória e Avaí empatam sem gols pela Série B do Brasileiro

 

Vitória e Avaí empataram por 0 a 0 neste sábado (31), em partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O confronto entre as duas equipes aconteceu no Barradão, em Salvador.

Com o resultado, o Vitória segue, momentaneamente, na 15ª posição da tabela. Rubro negro baiano tem 13 pontos acumulados e um retrospecto de duas vitórias, sete empates e seis derrotas até o momento.

O Leão volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro no sábado (7), a partir das 19h30, quando recebe o Vasco no Barradão. Antes disso, no entanto, o Vitória vai a Porto Alegre, na terça-feira (3), encarar o Grêmio pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Duelo está marcado para às 19h.


Brasil vence Egito e avança para as semifinais da Olimpíada

 

O Brasil está classificado para a semifinal da Olimpíada de Tóquio. Em duelo disputado neste sábado (31), o time canarinho venceu o Egito por 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Matheus Cunha, aos 36 minutos do primeiro tempo.

 

A equipe comandada pelo técnico André Jardine foi superior nos 90 minutos e teve maior posse de bola. O Brasil criou as melhores chances, mas encontrou dificuldades em razão da forte marcação egípcia. 

 

Agora, o Brasil aguarda o vencedor de México e Coreia do Sul para conhecer seu adversário na semifinal. O duelo acontece na terça-feira (3), às 5h.

 

O Brasil chegou à semifinal da Olimpíada pela oitava fez, sendo a quarta consecutiva. Em 2012, a Seleção ficou com a prata e em 2016 conquistou o ouro. No ano de 2008, faturou o bronze.

 

FICHA TÉCNICA
Brasil 1 x 0 Egito
Olimpíada de Tóquio - quartas de final

Local: Estádio Saitama, em Saitama (JAP)
Data: 31/07/2021 (sábado)
Horário: 7h (de Brasília)
Árbitro: Chris Beath (AUS)
Assistentes: Anton Shchetinin (AUS) e George Lakrindis (AUS)
Cartões amarelos: Antony (BRA); Tawfik (EGI)
Gol: Matheus Cunha (Brasil)

 

Brasil: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho (Reinier); Antony (Malcom), Matheus Cunha (Paulinho) e Richarlison (Gabriel Menino). Técnico: André Jardine

 

Egito: El Shenawy; El Eraki (Ashour), Osama Galal, Hegazy, El Wench e Fotouh; Akram Tawfik, Ammar Hamdy, Taher Mohamed (Maher) e Ramadan Sobni; Rayan (Mohsen). Técnico: Shawky Gharib


Vitória recebe o Avaí para tentar se descolar do Z-4

 

Vencer o Avaí e se afastar do Z-4. Esse é o objetivo do Vitória para o duelo deste sábado (31), às 16h30, no Barradão, pela 15ª rodada da Série B. O time rubro-negro tem 12 pontos e entrou na zona de rebaixamento, após o empate entre Cruzeiro e Londrina na noite de sexta (30).

 

Enquanto o Vitória tenta se afastar do Z-4, o Avaí está na briga pelo acesso. O time catarinense tem 25 pontos e integra o G-4. Com isso, o atacante Samuel projeta um jogo aberto.

 

“São duas equipes que, apesar dos objetivos distintos, no momento, no campeonato, gostam de propor o jogo. Acredito que vai ser uma partida bem aberta, mas a gente tem que impor nosso ritmo e fazer o dever de casa”, afirmou.

 

Fernando Neto, Vico, Raul Prata e Wallace seguem de fora. Os quatro jogadores se recuperam de problemas musculares. Wesley Pionteck estava na mesma situação do quarteto, mas foi liberado pelo departamento médico e foi relacionado. Ele ficará como opção no banco de reservas.

 

O Avaí está em ótimo momento na Série B. A equipe não perde há nove jogos. Foram três empates e seis vitórias no período. 

 

O técnico Claudinei Oliveira terá os retornos do lateral-direito Edilson e o meio-campista. O primeiro cumpriu suspensão automática pelo acumulo de cartões amarelos, enquanto o segundo havia sido expulso no compromisso diante do Brasil de Pelotas. 

 

FICHA TÉCNICA
Vitória x Avaí
Série B - 15ª rodada
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 31/07/2021 (sábado)
Horário: 16h30
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior (AM)
Assistentes: Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)
Quarto Árbitro: Edvalter Marinho dos Santos (BA)
Analista de Campo: Ademilton Piedade Carigé (BA)

 

Vitória: Lucas Arcanjo; Van, Marcelo Alves, Mateus Moraes e Roberto; Gabriel Bispo,  Pablo Siles e Bruno Oliveira; Guilherme Santos, Samuel e Ygor Catatau. Técnico: Ramon Menezes.

 

Avaí:  Glédson; Edilson, Rafael Pereira, Betão e Diego Renan; Bruno Silva, Marcos Serrato, Valdívia e Lourenço; Renato e Copete. Técnico: Claudinei Oliveira.


Fonte: bahianotícias


Simone Biles desiste de mais duas finais da ginástica na Olímpiada

 

A ginasta americana Simone Biles desistiu de mais duas finais da ginástica na Olímpiada de Tóquio. A Federação de Ginástica dos Estados Unidos confirmou na noite de sexta-feira (30) que a maior estrela dos Jogos não brigará por medalhas no salto e nas barras assimétricas.

“Depois de mais consultas com a equipe médica, Simone Biles decidiu retirar-se das finais do evento para salto e barras irregulares. Ela continuará a ser avaliada diariamente para determinar se competirá nas finais para exercícios de solo e trave de equilíbrio”, disse o comunicado.

A atleta americana já havia desistido de disputar a decisão do individual geral, na última quinta-feira (29), alegando preocupações com sua saúde mental.


De virada, dupla feminina do tênis conquista medalha inédita na Olímpiada para o Brasil

 

De virada, a dupla feminina do tênis conquistou uma medalha inédita para o Brasil nas Olímpiadas de Tóquio. Laura Pigossi e Luisa Stefani venceram russas neste sábado (31) e faturaram medalha de bronze. Essa é a primeira medalha olímpica do esporte para o Brasil.

Na disputa pelo bronze, as paulistas fizeram 4/6, 6/4 e 11/9 contra as atuais vice-campeãs de Wimbledon. A medalha, no entanto, só será entregue no domingo (1º), após a final entre Barbora Krejcikova/Katerina Siniakova (TCH) e Belinda Bencic/Viktorija Golubic (SUI).

A dupla brasileira, até oito dias antes da estreia nos jogos não tinham vaga garantida na competição. Elas só receberam a notícia de sua classificação no dia 16 de julho, o último dia em que isso era possível.


sexta-feira, 30 de julho de 2021

Boxe:Abner Teixeira avança às semi; Keno Marley sai sem medalha

 

O boxe brasileiro já garantiu uma medalha nos jogos olímpicos Tóquio 2020. Na madrugada desta sexta-feira (30), Abner Teixeira venceu o jordaniano Hussein Iashahish e avançou às semifinais da categoria pesado. Nesta modalidade, não há disputa pela terceira colocação. Quem perder nas semis fica com o bronze.Vencendo, Abner Teixeira entra na briga pelo ouro.

A luta contra o jordaniano está equilibrada. O resultado do primeiro assalto foi apertado: três juízes deram vitória a Iashahish, e dois consideraram Abner o vencedor.vO brasileiro venceu os dois rounds seguintes e assegurou a vaga na semifinal.

Quem está fora é o baiano Keno Marley, que perdeu para o britânico Benjamim Wittaker nas quartas de final e sai do Japão sem medalha. O boxeador de 21 anos, que já pensa nos jogos de París (2024), avaliou que a derrota por decisão dos juízes foi justa. “Eu cometi alguns erros em alguns momentos da luta e isso acerretou o resultado que foi minha derrota”, disse. Agora a Bahia segue na torcida por Hebert Conceição, que decide contra Abilkhan Amankul, do Cazaquistão, no domingo (1), a vaga nas semi-finais.Fonte: UOL


Seleção brasileira feminina é eliminada para o Canadá nos pênaltis

 

O sonho da medalha de ouro nas Olimpíadas foi mais uma vez adiado para a seleção brasileira feminina de futebol. Após o empate por 0 a 0 no tempo regular, Marta e companhia foram eliminadas nos pênaltis, na manhã desta sexta-feira (30), para o Canadá, nas quartas de final do torneio em Tóquio.

Bárbara defendeu o chute de Sinclair no início das cobranças de pênaltis, mas Andressa Alves e Rafaelle pararam na goleira canadense Labbé nas duas últimas penalidades do Brasil.

Com um empate e duas vitórias, a seleção brasileira havia se classificado em segundo lugar do Grupo F. O resultado marca a despedida das Olimpíadas da geração de Formiga e Marta, medalhistas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008.


quinta-feira, 29 de julho de 2021

CBF detalha o Brasileirão até a 20ª rodada; confira os jogos do Bahia

 

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela detalhada de mais cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. Agora, a competição está traçada até a 20ª rodada.

 

No período desmembrado, o Bahia vai enfrentar Atlético-GO, Grêmio, Fluminense, Fortaleza e Santos. Serão duas partidas como mandante e três como visitante.

 

Pela competição nacional, a equipe volta a jogar no próximo domingo (1º), contra o Sport, pela 14ª rodada. Confira a programação:

 

16ª rodada
15/08 (domingo), às 18h15 - Bahia x Atlético-GO - Pituaçu

 

17ª rodada
21/08 (sábado), às 19h - Grêmio x Bahia - Arena do Grêmio

 

18ª rodada
29/08 (domingo), às 18h15 - Fluminense x Bahia - Maracanã


 
19ª rodada
04/09 (sábado), às 21h - Bahia x Fortaleza - Pituaçu


 
20ª rodada
11/09 (sábado), às 21h - Santos x Bahia - Vila Belmiro


CBF detalha Série B até a 23ª rodada; veja as datas dos jogos do Vitória

 

O Vitória já sabe como será a tabela de jogos até 23ª rodada da Série B. O detalhamento foi divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quarta-feira (28).

 

Antes, a CBF já havia detalhado até a 16ª rodada, quando a equipe pega o Vasco, no dia 7 de agosto, um sábado, às 19h30, no Barradão.

 

O mês de agosto terá seis rodadas para o Vitória. A 17ª será no dia 11, uma quarta, contra o Cruzeiro, às 19h, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

 

O próximo jogo do Vitória é contra o Avaí, sábado (31), às 16h30, no Barradão, válido pela 15ª rodada. O time rubro-negro tem 12 pontos e ocupa a 15ª posição.

 

JOGOS DO VITÓRIA

17ª rodada
Data: 11 de agosto (quarta)
Hora: 19 horas – Cruzeiro x Vitória – Mineirão, Belo Horizonte (MG)

 

18ª rodada
Data: 15 de agosto (domingo)
Hora: 20h30 – Vitória x CRB – Barradão, Salvador (BA)

 

19ª rodada
Data: 18 de agosto (quarta)
Hora: 19 horas – Vila Nova  x Vitória – Onésio Alvarenga, Goiânia (GO)

 

20ª rodada
Data: 21 de agosto (sábado)
Hora: 16h30 – Vitória x Guarani – Barradão, Salvador (BA)

 

21ª rodada
Data: 29 de agosto (domingo)
Hora: 16 horas – Náutico x Vitória – Arruda, Recife (PE)

 

22ª rodada
Data: 4 de setembro (sábado)
Hora: 11 horas – Operário x Vitória –Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)

 

23ª rodada
Data: 11 de setembro (sábado)
Hora: 19 horas – Vitória x Remo – Barradão, Salvador (BA)


quarta-feira, 28 de julho de 2021

Contra Rússia, seleção masculina de vôlei tem primeira derrota nas Olimpíadas

 

A seleção masculina de vôlei teve a primeira derrota nas Olimpíadas de Tóquio na manhã desta quarta-feira (28), contra o Comitê Olímpico Russo. O Brasil perdeu por 3 sets a 0, com parciais de 25-22, 25-20 e 25-20.

No grupo B, a Rússia lidera com folga, invicta. Com a derrota, o Brasil vai para o terceiro lugar no grupo, atrás ainda dos Estados Unidos. Os quatro melhores se classificam às quartas de final em Tóquio.

O próximo jogo do Brasil também será difícil, contra os Estados Unidos. O duelo está marcado sexta-feira (30), às 23h05 (no horário de Brasília).


Boxeador Keno Marley está a uma luta da medalha

 

O boxeador baiano Keno Marley está a uma luta de uma medalha olímpica. Na madrugada da terça-feira (27) para esta quarta (28), o atleta venceu o chinês Caxiang Chen por nocaute técnico, no segundo assalto. Caso passe pelo britânico Benjamin Wittaker, na sexta-feira (30), Keno Marley garante no mínimo a medalha de bronze, além de continuar firme na disputa pelo ouro.

Na luta contra o chinês, realizada no Ryogoku Kokugikan, o baiano tomou mais iniciativa logo no primeiro assalto. No final do round, acertou um golpe de direita que desestabilizou o adversário. Vencedor no primeiro assalto, Keno Marley continuo ofensivo no segundo round. Um choque de cabeças abriu o supercílio do oponente, que não conseguiu prosseguir na luta. Com informações do UOL


Bahia e Juazeirense têm desafio por vaga na Copa do Brasil

 


Bahia e Juazeirense têm grandes desafios nesta quarta-feira (28) pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Às 18h15, o time do Vale do São Francisco pega o Santos, na Vila Belmiro. Já o tricolor da capital volta a enfrentar o Atlético-MG, três dias depois de perder por 3 x0 para o mesmo adversário, em jogo do campeonato brasileiro.

O time tem o retorno do meia Daniel, que estava suspenso pela briga na final da Copa do Nordeste. Metade da pena foi convertida para multa, permitindo a volta do atleta. Para o jogo de volta, na próxima semana, baianos e mineiros se enfrentaram em Feira de Santana, já que o Bahia perdeu um mando de campo também em punição pela confusão do Nordestão.

A Juazeirense faz a melhor campanha do interior baiano na competição. Nas fases anteriores, eliminou Sport, Volta Redonda – que na época liderava o Campeonato Carioca – e Cruzeiro. O jogo marca a volta do meia Kesley, do Cancão de Fogo, à Vila Belmiro. O atleta atuou pelo Sub-23 do Santos em 2016.


Brasil vence a Arábia Saudita e avança às quartas em Tóquio

 


A Seleção Brasileira masculina de futebol bateu a Arábia Saudita, nesta quarta-feira (28), e se classificou de forma invicta para as quartas de finais dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com gols de Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes, brasileiros venceram os árabes por 3 a 1.

Com o triunfo, os comandados de André Jardine garantiram a liderança do Grupo D, com sete pontos. Nas quartas de final, o Brasil volta a campo no sábado (31), às 7h, no Estádio de Saitama. O adversário da Seleção Brasileira sairá do Grupo C, que conta com Argentina, Austrália, Egito e Espanha. Todas as equipes brigam pela classificação.

Com os gols anotados na manhã desta quarta (28), o atacante Richarlison disparou na artilharia do torneio. Além disso, o “pombo” entrou para a lista dos atletas brasileiros com mais gols marcados em Olimpíadas. Ele está atrás de Bebeto (8), Romário (7), Neymar (7), Leandro Damião (6) e ao lado de Ronaldo Fenômeno (5).


Em combate mais longo da Olimpíada, Portela é eliminada com polêmica

 

A judoca Maria Portela foi eliminada nas oitavas de final da categoria até 70 kg da Olimpíada de Tóquio (Japão) em uma luta histórica, e polêmica, no Budokan. O combate na madrugada desta quarta-feira (28), entre a gaúcha e Madina Taimazova, do Comitê Olímpico da Rússia, durou mais de 14 minutos, dez só de golden score (tempo extra no qual vence o atleta que pontuar primeiro).

A vitória da russa foi decretada após a brasileira receber um terceiro shido (punição) por falta de combatividade.
 A estreia de Portela foi contra a afegã Nigara Shaheen, número 186 do ranking da Federação Internacional de Judô (IJF).

A brasileira, décima do mundo, precisou de 28 segundos para derrubar a rival, que defende a seleção de refugiados, de costas no tatame e vencê-la por ippon (pontuação máxima).

No duelo contra Taimazova, 14ª do ranking mundial, Portela teve dificuldades para alcançar a parte de cima do quimono da adversária, que, por sua vez, não conseguia agarrar a manga da brasileira. No meio do golden score, a gaúcha de 33 anos derrubou a russa com parte das costas no tatame, que configuraria um wazari. O lance foi analisado pela arbitragem de vídeo, que não computou a pontuação.

Após quase 15 minutos de luta, com as duas atletas visivelmente desgastadas e dois shidos para cada uma, o juiz entendeu que Portela estaria fugindo do combate e deu uma terceira, e decisiva, punição à brasileira, que não conteve as lágrimas ainda no tatame. Pelo Twitter, ex-judocas como o medalhista olímpico Flávio Canto e o campeão mundial Luciano Correa reclamaram da arbitragem após o combate, que foi o mais longo da Olimpíada de Tóquio.

“As duas estavam cansadas ali e seria um detalhe. Como a luta estava muito longa, ela teve um pouco mais de iniciativa no final e eu acabei tomando a punição. Eu estava percebendo que ela estava um pouco mais desgastada, mas estava colocando golpe na minha frente, mesmo sem efetividade. Quase joguei ela duas vezes, mas não foi suficiente. Em Olimpíada não tem adversária fraca”, afirmou Portela, ao Comitê Olímpico do Brasil (COB).

“Se a gente não define, ele [árbitro] tem que definir. E quem tiver um pouco mais de iniciativa vai levar. Não foi culpa dele. Eu tinha que ter sido mais agressiva, imposto mais o ritmo, por mais que não fosse efetiva, que foi o que ela fez e acabou levando”, completou a gaúcha, que disputa a terceira Olimpíada da carreira.

Na categoria até 90 kg, Rafael Macedo foi derrotado na estreia pelo cazaque Islam Bozbayev. A luta durou 30 segundos e foi definida em um ippon do asiático, que pegou a manga do quimono do brasileiro para derrubá-lo de costas no solo. Foi a primeira participação olímpica do paulista de 26 anos.

Tanto Rafael como Portela voltam ao tatame do Budokan neste sábado (31) para a disputa por equipes, novidade na edição deste ano dos Jogos.


Na chegada ao Brasil, Rayssa Leal anda de skate no saguão do aeroporto de São Paulo

 


A medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, Rayssa Leal, de 13 anos, já está em solo brasileiro. A Fadinha, como é apelidada, desceu do avião andando de skate no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na manhã desta quarta-feira (28). Ela deve seguir viagem para Imperatriz, no Maranhão, onde nasceu e mora com a família.

 

"Chegamos no Brasil! Cansados mas passando bem! Fizemos amizades no voo! Que nome devemos dar pra ela? Mande sugestões", escreveu a skatista mostrando a foto de ursinhos de pelúcia.

 

No aeroporto paulista, muitos jornalistas aguardavam Rayssa no saguão. Ela não concedeu entrevistas e foi recebida com flores, inclusive o skatista hexacampeão mundial Sandro Dias, o Mineirinho, marcou presença para cumprimentar a medalhista olímpica no skate street.

 

A cidade de Imperatriz fica cerca de 626km da capital São Luís. O desembarque da Fadinha está previsto para às 11h. Estava previsto um desfile pelas principais ruas em um carro aberto do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) até a praça Mané Garrincha, mas a jovem medalhista olímpica cancelou por conta da pandemia do novo coronavírus.

 

"Galera por estarmos em um momento ainda delicado quando ao Covid-19 eu decidi cancelar a minha recepção de chegada em Imperatriz, para evitar aglomerações, então evitem ir até o aeroporto, eu queria muito receber o carinho de vocês, mas esse não é o momento, agradeço demais todo o carinho, mas se cuidem, usem máscaras, álcool e tomem a vacina, tenho certeza que em breve vamos vencer esse vírus", anunciou a skatista.


terça-feira, 27 de julho de 2021

Copa do Brasil: Vitória amarga revés diante do Grêmio no jogo de ida das oitavas de final

 

O visitante da noite não teve dificuldades para neutralizar o Vitória no Barradão, na noite desta terça-feira (27), em jogo de ida da Copa do Brasil. Com gols de Ricardinho, Léo Pereira e Diogo Barbosa, nos acréscimos do segundo tempo, o Grêmio bateu o rubro negro baiano por 3 a 0 e abriu uma bela vantagem para o segundo compromisso entre os clubes nas oitavas de final da competição nacional.

Com o resultado, o time comandado por Ramon Menezes precisa, no mínimo, devolver o placar na Arena do Grêmio para levar a decisão aos pênaltis. A partida de volta acontece às 19h da próxima terça-feira (3).


segunda-feira, 26 de julho de 2021

Camamu terá núcleo de Canoagem

 

A cidade baiana de Camamu, no Baixo Sul, recebeu a visita da Confederação Brasileira e Baiana de Canoagem (CBC). A visita teve o objetivo de avaliar o local onde será construído o mais novo Núcleo de Canoagem de Camamu, próximo ao Mercado do Artesanato.

A canoagem é vista como transporte e esporte por usuários, e pode ser praticado por canoa ou caiaque. Por vezes, já foi considerada simples, mas hoje é uma das modalidades que mais deram medalhas para o Brasil em Olimpíadas, além de revelar mundialmente o atleta baiano Isaquias Queiroz.

Após a aprovação do projeto, será dado início a construção do núcleo que dará chance para novos talentos, dando mais visibilidade ao município e oportunidade para a juventude camamuense. Na ocasião, estiveram presentes o Secretário de Educação, Quievilin Santos, a Vice-presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, Luciana Costa, a Presidente da Federação Baiana de Canoagem, Camila Lima, e o vereador Ranieri Costa.


domingo, 25 de julho de 2021

Bahia sediará única etapa do Aquathlon no Brasil em 2021; prova dará vaga no mundial

 

Corre, pedala e nada. A expressão, além de ser muito usada para se referir àquele jogador de futebol "enganador", também serve para explicar as regras do Triathlon, competição esportiva que envolve corrida, ciclismo e natação. Mas e se os atletas simplesmente decidissem apenas correr, nadar e correr de novo? Teríamos então uma nova modalidade, derivada do Triathlon: o Aquathlon. Nesta terça-feira (20), a Confederação Brasileira de Triathlon anunciou que a única etapa do campeonato brasileiro de Aquathlon será sediada na Bahia.

 

O evento ocorrerá no Rio Imbassaí, em Mata de São João, no dia 20 de novembro deste ano, e terá quatro categorias: infantil (8 a 14 anos), paratriathlon (atletas com deficiência), elite (profissionais) e age group (para amadores). Segundo o presidente da Federação Baiana do esporte, Cleber Castro, os 20 primeiros colocados de cada modalidade ganharão vaga no Mundial de Aquathlon, marcado para acontecer em 2022, na cidade de Townsville, na Austrália. As inscrições para o evento devem ser abertas na próxima semana.

 

"Geralmente, no ano, você tem um calendário nacional que tem cinco etapas espalhadas pelo Brasil, e as três melhores pontuações sobem e se classificam para o mundial, sempre para o ano seguinte. Esse ano, devido à pandemia, o calendário foi suspenso. Uma das etapas estava prevista para a Bahia. Agora não há mais tempo hábil para fazer as cinco etapas, então será em etapa única. Sendo aqui na Bahia, você pode colocar mais atletas baianos, porque fica mais perto para as pessoas irem. Isso é bom para o estado", afirmou o dirigente, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

A prova é percorrida da seguinte forma: primeiro, os atletas executam uma corrida de 2,5 quilômetros; depois, nadam um quilômetro e, por fim, correm mais cinco quilômetros. Essa é a padronização para profissionais. Cada categoria possui suas distâncias específicas.

 

Vale lembrar que o Aquathlon e o Triathlon têm um outro "irmão": o Duathlon. Neste último, os atletas fazem provas de corrida e ciclismo, sem a natação.

 

PROTOCOLOS

Para realizar a etapa brasileira, a Federação Baiana de Triathlon teve que estabelecer uma série de protocolos para evitar a disseminação da Covid-19. As normas, diz Cleber, são as mesmas utilizadas pelo Comitê Internacional da modalidade. "Quando começou a pandemia, o comitê se reuniu com a OMS [Organização Mundial da Saúde] para montar os protocolos para o pessoal treinar. A Bahia foi a primeira do Brasil a ter o protocolo, e serviu de base para outros estados. Porém não tivemos uma prova onde a gente pudesse ter o caráter educativo. Não adianta ter o protocolo se não divulga", destacou o presidente da Fibatri.

 

A primeira mudança em relação à prova original é de que, neste ano, os atletas não vão largar todos juntos. "Serão de quatro em quatro pessoas, em intervalos de tempo seguros", explica Cléber. Além disso, cada competidor será acompanhado por 14 dias antes da prova e terá de responder um questionário sobre suas atividades pessoais recentes.

 

No dia anterior à competição, todos serão testados, e, em caso de diagnóstico positivo ou contato com alguma pessoa infectada, a participação na prova estará comprometida. "Na prova, os atletas usam máscaras até a hora da largada. Ele tira, faz a prova. Acabou a prova, ele sai da área de competição e não recebe medalha na hora. Tiramos entrega de alimentos na água, o próprio atleta que pega o seu alimento. Os staffs todos usam luvas, máscaras, assim como todo mundo que está ali. Não pode ter público para torcer. Se levar algum público (o atleta), e houver descumprimento da pessoa que está com ele, está desclassificado", conclui o dirigente.

 

INCLUSÃO

Além de ser uma modalidade que propõe um diferencial para as pessoas que praticam, o Aquathlon, assim como o Triathlon e o Duathlon, tem a proposta de inclusão. Os atletas com menos de 19 anos, mais de 60 anos, de baixa renda e os paratletas terão uma taxa de isenção de 80 a 100% da taxa de inscrição.

 

"Se pagar, vai ter uma taxa mínima, de turismo, por exemplo, porque a gente tem que prestar contas para a federação. Isso está sendo um case de sucesso, copiado até por outros estados", ressalta Cléber.


Após parada cardíaca na Euro, Eriksen não poderá jogar pela Inter de Milão, diz médico

 

Após sofrer uma parada cardiorrespiratória na estreia da Eurocopa, o meia dinamarquês Christian Eriksen, que teve de instalar um desfibrilador, não poderá atuar pela Inter de Milão na Itália. Segundo um membro do comitê médico da Federação Italiana de Futebol (FIGC), isso só poderá acontecer caso o atleta retire o objeto do coração.

 

"Christian Eriksen não terá permissão para jogar na Itália. Se o jogador tiver o desfibrilador removido, e se houver confirmação que sua patologia possa ser resolvida, ele pode voltar a jogar pelo Inter", afirmou Francesco Braconaro, membro da FIGC.

 

As regras na Itália sobre esse tipo de caso costumam ser muito rígidas. Um exemplo citado pelo médico é o do zagueiro holandês Daley Blind, do Ajax, que tem um desfibrilador semelhante ao de Eriksen, mas não pode atuar na Série A italiana.

 

O contrato do dinamarquês com a Inter de Milão vai até 2024. De qualquer forma, ele ainda não disse se pretende encerrar sua carreira de jogador de futebol. 


Zico passa por artroscopia para tratar de dores no quadril: 'Vida inteira batendo falta'

 

Ídolo do Flamengo e da Seleção Brasileira, o ex-jogador Zico passou, nesta quinta-feira (22), por uma artroscopia para tratar de dores que vinha sentindo no quadril. Em vídeo postado em suas redes sociais, o eterno camisa 10 disse que o procedimento foi um sucesso, e que nesta sexta (23) ele deve estar voltando para casa. 

 

"A recuperação não tenho dúvida que vai ser excelente, e ver se somem essas dores do quadril. É um negócio, né gente, ficou treinando a vida inteira, batendo falta, metendo aquelas curvas, e tudo tem um preço. Ainda bem que isso tudo deixou a galera rubro-negra e a galera que gosta do bom futebol bem felizes. Obrigado pelo apoio da torcida, amanhã já estarei em casa, e aos poucos voltando ao batente", afirmou, na cama do hospital.

A artroscopia é um procedimento endoscópico minimamente invasivo por meio do qual se faz o tratamento de danos de uma articulação.

 

Atualmente, Zico é técnico do Kashima Antlers, no Japão, e está de folga durante os Jogos Olímpicos de Tóquio. Na carreira, o "Galinho" fez 62 gols de falta.