Fibrolink Telecom

Fibrolink Telecom

sábado, 27 de julho de 2019

Fifa quer Copa do Mundo feminina com 32 seleções em 2023

Fifa quer Copa do Mundo feminina com 32 seleções em 2023

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, quer ampliar a Copa do Mundo feminina. Com o sucesso comercial que foi a edição deste ano do Mundial, o mandatário da entidade que controla o futebol no mundo pretende aumentar para 32 o número de países participantes do torneio. E a mudança já seria para 2023.

De acordo com o site americano "Sports Illustrated", citando um documento obtido pela agência de notícias "AP", a Fifa pediu que os membros do Comitê Executivo que aprovem a proposta de aumento do número de participantes nos próximos dias, mesmo sem uma reunião formal. O próximo encontro oficial do Comitê Executivo da Fifa será nos dias 23 e 24 de outubro. Infantino quer acelerar processo, já que a alteração impacta na escolha do país sede da próxima Copa. Nove países, incluindo o Brasil, já manifestaram interesse em receber a competição. No entanto, as candidaturas estão sendo feitas com base no formato de 24 seleções na disputa. A Fifa espera que os interessados em sediar a Copa confirmem a pré-candidatura com a expansão.

O prazo final para submeter a proposta é em dezembro. Com a mudança no formato, a escolha do país sede seria adiado de março para maio de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário