CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Autoridades pedem quase dois anos de prisão para Messi por fraude fiscal

Messi Barcelona Levante (Foto: Getty Images) 
Messi será julgado pela Justiça espanhola por sonegação fiscal entre 2007 e 2009 (Foto: Getty Images)

A absolvição no Ministério Público espanhol não foi suficiente para que Messi respirasse aliviado por conta das acusações de fraude fiscal entre 2007 e 2009. Nesta quinta-feira, o craque do Barcelona recebeu pedido de prisão por parte do juiz de Gavà, cidade na Catalunha, e irá ao tribunal por conta da acusação de sonegação de 4,1 milhões euros no período, assim como seu pai, Jorge Messi. Caso seja condenado, o argentino pode passar até 22 meses e meio na cadeia
A investigação do MP tinha apontado que o pai de Messi foi o responsável pelos delitos, ainda assim o craque segue na mira da Justiça. Mesmo com o parecer favorável a Messi, a Receita Federal decidiu manter a acusação por indicação do juiz em seu processo. A situação de Jorge Messi, entretanto, é bem pior, e o próprio Ministério Público pede prisão de 18 anos.
A investigação da Justiça espanhola teve início em 2013, com base em uma denúncia do jornal "El País", e tem como alvo um suposto esquema para não declarar um montante que era desviado para empresas em paraísos fiscais e contratos de prestação de serviços em outros países. Depois, este dinheiro voltava livre de impostos para a Espanha.  
No mesmo ano, Messi e seu pai tiveram que prestar depoimento - na época, Jorge Horacio chegou a pagar  € 5 milhões à Receita espanhola para evitar a responsabilidade civil diante da acusação de fraude. Neste ano, em junho, o jogador teve um recurso contra a acusação negado pela Justiça, mesmo depois que seu pai e empresário assumiu a autoria do delito.   

Fonte:globoesportes

Brasil pega o Chile com três meses de atraso, em estreia com cara de decisão

Neymar Douglas Costa Brasil Peru (Foto: Reuters) 
Começa nesta quinta-feira a primeira das 18 batalhas da seleção brasileira para estar na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. E começa com um duelo que, na imaginação de muita gente, deveria ter acontecido já há algum tempo. O Brasil visita o Chile em Santiago, às 20h30 (de Brasília) - a TV Globo e o GloboEsporte.com transmitem a partida ao vivo.
A incapacidade da equipe brasileira, eliminada pelo Paraguai ainda nas quartas de final, impediu que o “jogo dos sonhos” se realizasse, mas a sorte – ou azar, depende do ponto de vista – agiu no sorteio das Eliminatórias, no fim de julho, na Rússia. Cruzou o caminho das seleções logo na primeira rodada. E no estádio Nacional de Santiago, que seria o palco da final. Foi lá que os chilenos bateram os argentinos nos pênaltis, e fizeram história com o título.
– Esperávamos chegar à final da Copa América contra o Chile, na casa deles, mas não foi possível. Agora temos esse jogo e esperamos vencer para suprir o que aconteceu antes – afirmou o volante Elias, que disputa com Fernandinho uma vaga na equipe titular.
– É uma situação diferente. Estamos iniciando uma caminhada, e estrear na casa deles será difícil. Eles tinham essa expectativa (de disputar a final contra o Brasil), sabem do nosso peso, seria uma festa maior, mas infelizmente não aconteceu – disse o "concorrente" Fernandinho.
Apenas três meses se passaram entre o utópico último jogo da Copa América e a importantíssima abertura das Eliminatórias. Pouco tempo, mas suficiente para mudanças profundas. Algumas forçadas, como as ausências do suspenso Neymar e do lesionado Aránguiz, outras por opção, como a não convocação de Thiago Silva. Veja cinco diferenças daquele jogo, que não aconteceu, para esse, que abrirá a busca brasileira por um lugar na Copa de 2018.
Punido pela discussão com o árbitro Enrique Osses, após a derrota para a Colômbia, Neymar não poderia jogar nem a final da Copa América, se o Brasil tivesse avançado. Quis o destino que a partida fosse realizada enquanto ele ainda cumprisse a suspensão. A diferença é o substituto. Enquanto Douglas Costa era coadjuvante na competição disputada há três meses, agora torna-se cada vez mais protagonista, graças ao início arrasador no Bayern de Munique, sob o comando de Pep Guardiola. Ele será o responsável pelo lado esquerdo ofensivo do Brasil. No meio do ano, era alternativa a atletas mais experientes, como Robinho, escolhido para atuar quando Neymar foi suspenso. E será, também, uma das maiores esperanças brasileiras de superar a euforia chilena pelo título conquistado em sua casa.
VALDIVIA
Valdivia Chile x Argentina Copa América (Foto: EFE)  
Valdivia foi um dos destaques do Chile que bateu a Argentina na final e conquistou o título da Copa América (Foto: EFE)

O camisa 10 voou na Copa América. Para muitos, foi o principal condutor do bom desempenho ofensivo da equipe. Os brasileiros, que o conhecem bem, em razão da longa trajetória com a camisa do Palmeiras, costumavam dizer que ele "jogava quando queria". Ele quis muito vencer o torneio no meio do ano. Porém, agora no Al-Wahda, ele já recebeu uma punição por gesto ofensivo e, certamente, sofrerá, em algum momento, os efeitos de estar num mercado muito menos competitivo do que o brasileiro. Sua performance é uma das grandes incógnitas do jogo. 
THIAGO SILVA E DAVID LUIZ
David Luiz treino Brasil Chile (Foto: Leo Correa / Mowa Sports)
David Luiz será titular ao lado de Miranda na zaga brasileira, na estreia das Eliminatórias (Foto: Leo Correa / Mowa Sports)

A famosa dupla de zagueiros, titular na última Copa do Mundo, foi desfeita desde que Dunga reassumiu, em agosto do ano passado, e, aos poucos, alçou Miranda a um status inalcançável no setor. Na Copa América, David começou, perdeu lugar para Thiago, e viu do banco seu companheiro de PSG meter a mão na bola no fatídico lance que levou a decisão das quartas de final para os pênaltis, e acarretou na classificação paraguaia. A comissão técnica não engoliu novo ato destemperado, e Thiago Silva não voltou mais à Seleção. Será David Luiz, portanto, o responsável por abrir as Eliminatórias ao lado de Miranda.
ARÀNGUIZ E VIDAL
Vidal Chile x Bolívia Copa América (Foto: Reuters) 
Vidal chegou até a bater o carro durante a Copa América, mas terminou torneio como herói e foi ao Bayern (Foto: Reuters)

O ex-meia do Internacional dividiu com Valdivia e Vidal o posto de protagonista no meio-campo chileno durante a Copa América. Foi mais um que, alçado pela boa campanha, deixou o futebol brasileiro e se transferiu para o Bayer Leverkusen, mas seu início não poderia ser pior. Uma grave lesão sofrida em agosto o tirou dos gramados até o fim do ano. Vidal, outro que foi para a Alemanha, no poderoso Bayern de Munique, tem sido reserva nos últimos jogos. O meio-campo chileno torna-se, portanto, uma grande incógnita.
11 MUDANÇAS
Kaká treino Brasil Chile (Foto: Leo Correa / Mowa Sports) 
Kaká é uma das 11 novidades do Brasil em relação ao grupo que jogou a Copa América (Foto: Leo Correa / Mowa Sports)

Dunga disse, nesta quarta-feira, que o Brasil trocou muitos jogadores nos últimos anos, e, por isso, está em desvantagem, nesse aspecto, em relação às seleções que mantiveram a base. Só que o próprio técnico levou ao Chile, dessa vez, um grupo bastante diferente daquele que disputou a Copa América. É verdade que as lesões atrapalharam, tanto lá, nos casos de Luiz Gustavo, Danilo e Oscar, quanto agora, com Firmino e Philippe Coutinho. Mas, no fim das contas, são 11 mudanças em três meses. Saíram Neto, Thiago Silva, Geferson, Casemiro, Fred, Everton Ribeiro, Philippe Coutinho, Roberto Firmino, Robinho, Neymar e Diego Tardelli. Entraram Alisson, Gil, Marcelo, Renato Augusto, Lucas Lima, Oscar, Kaká, Lucas, Hulk e Ricardo Oliveira.
FICHA TÉCNICA
BRASIL: Jefferson, Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias (Fernandinho), Oscar, Willian e Douglas Costa; Hulk. Técnico: Dunga
CHILE: Bravo, Jara, Medel e Silva; Isla, Díaz, Gutierrez e Mena; Vidal (Valdivia); Vargas e Alexis Sánchez. Técnico: Jorge Sampaoli
Data: 08/10/2015 Horário: 20h30 (de Brasília) Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile) Árbitro: Roddy Zambrano (EQU) Auxiliares: Christian Lescano e Byron Romero (EQU) Transmissão: a TV Globo, o GloboEsporte.com e o Sportv transmitem a partida ao vivo
Fonte:globoesporte

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

De virada, Vitória bate o Bahia e deixa tricolor fora do G4

Link permanente da imagem incorporada

O Vitória venceu o Bahia, de virada, por 3 a 1, na tarde deste sábado (3) pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O clássico foi recheado de polêmicas, emoções e muitos gols na Arena Fonte Nova. Mais de 37 mil torcedores acompanharam o Ba-Vi nas arquibancadas e assistiram o rubro-negro baiano chegar aos 52 pontos, se consolidando na segunda colocação. Com a derrota, o Bahia segue fora do G4, na quinta colocação, com 47 pontos.

Fonte: bahianoticias

Empates marcam rodada de ida da terceira fase do Intermunicipal


Na primeira rodada da terceira fase do Campeonato Intermunicipal 2015, os empates acabaram sendo o destaque de sete dos 16 confrontos realizados neste domingo (4) pelo maior torneio de futebol amador da Bahia.

Um dos favoritos ao título, a seleção de Santo Amaro perdeu o 100% de aproveitamento ao empatar com Crisópolis em 0 a 0 fora de casa. Além deste confronto, o jogo entre Luís Eduardo Magalhães contra Itamaru e Itagibá versus Uruçuca também terminaram sem gols. Já Coarací e Ibicaraí ficaram em 1 a 1, mesmo marcador de Porto Seguro ao enfrentar Eunápolis e o confronto entre Ubaitaba e Ibirataia. Atual campeão do torneio, Cachoeira e Conceição do Coité ficaram no 2 a 2.

A maior goleada ficou por conta do triunfo de 4 a 0 de Euclides da Cunha sobre Araçás, seguido pelo 3 a 0 de Feira de Santana sobre Itabela e Lauro de Freitas contra Brumado. Os jogos de volta acontecem no próximo domingo (11), às 15h.

Confira os resultados da rodada do Campeonato Intermunicipal:

04/10 - Jogos de Ida
 
Araçás 0x4 Euclides da Cunha
Buerarema 1x0 Itororó
Coaraci 1x1 Ibicaraí
Itagibá 0x0 Uruçuca
Cruz das Almas 0x2 Valença
Lauro de Freitas 3x0 Brumado
Nazaré 0x1 Itapetinga
Salinas da Margarida 2x3 Catu
Itabela 0x3 Feira de Santana
Porto Seguro 1x1 Eunápolis
Ubaitaba 1x1 Ibirataia
Santo Antônio de Jesus 3x0 Sapeacú
Cachoeira 2x2 Conceição do Coité
Crisópolis 0x0 Santo Amaro
Remanso 0x1 Itaberaba
Luís Eduardo Magalhães 0x0 Itamaraju 

Com informaçoes do Bahia Noticias