CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

sexta-feira, 2 de março de 2012

Começar a vencer para sair da incômoda posição é objetivo



Esquecer o mais rápido possível o tropeço de quarta-feira e dar a volta por cima domingo, diante do Atlético de Alagoinhas, no Barradão. Esta a meta do time do Vitória que permanece na quarta colocação e viu dois times encostarem: seu próximo adversário e o Feirense.

“O que tínhamos de perder já perdemos. Agora precisamos começar a vencer”, alerta o experiente zagueiro Rodrigo Costa, que o técnico Toninho Cerezo tem como uma das opções para montar a defesa no jogo de domingo.

Contra o Atlético, o Vitória não contará com o lateral-esquerdo Mansur e o zagueiro Victor Ramos, ambos expulsos em Vitória da Conquista. No lugar do primeiro, Cerezo já acenou para o deslocamento do lateral-direito Léo, que está acostumado atuar pela posição.

Para o meio da zaga, além do experiente Rodrigo Costa, já adaptado ao grupo e em forma física, o técnico tem os garotos Dankler, que entrou no intervalo do jogo em Conquista, e Alan Henrique.

O time desembarcou às 15h55 desta quinta-feira no Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães e os jogadores seguiram no ônibus do clube para o Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

Houve treino regenerativo para quem atuou mais de 45 minutos, exceto o lateral-esquerdo Mansur, reclamando de dores no joelho. Os demais participaram de um treino técnico com o assistente Ricardo Silva.

Nesta sexta-feira, à tarde, os jogadores voltam a treinar no CT e depois Toninho Cerezo anuncia a relação dos que irão concentrar sábado, pela manhã, para a partida da 13ª rodada da fase de classificação do Campeonato Baiano.

ecvitoria.com.br

Mesmo ‘disperso’, Lucas supera falta de sono e decide partida

O meia-atacante Lucas chegou ao CT da Barra Funda às 5h30 (de Brasília) da quinta-feira, depois de quase doze horas no vôo de Frankfurt a Guarulhos que trazia jogadores da Seleção Brasileira de volta aos seus clubes após a vitória por 2 a 1 sobre a Bósnia. Depois de uma tarde inteira de sono, o jogador vestiu a camisa 7 do São Paulo e abriu o marcador na vitória por 3 a 0 sobre o Guaratinguetá, à noite.
O próprio Lucas confessou que dormiu pouco na viagem, já que tem medo de avião, e também demorou para pegar no sono em terra firme. Apesar dos elogios ao gol e à atuação que abriu o caminho da vitória do Tricolor, o técnico Emerson Leão deixou claro que, de fato, Lucas estava muito disperso dentro de campo, sem prestar atenção no que fazia.
“Ele faz falta, porque é um jogador que sai de dificuldades dentro de campo quando não se espera, e tem rompantes de artilheiro. Hoje estava cansado, disperso, mas ainda bem que nada aconteceu”, disse Leão, que ainda emendou: “Colocamos a cara para bater com o Lucas”. A afirmação faz referência ao desentendimento entre o próprio treinador e a CBF, personificada em Andrés Sanchez, Diretor de Seleções da entidade.
Djalma Vassão/Gazeta Press
Na última semana, Leão revelou um pedido do São Paulo para que o jogador viajasse mais tarde para a Suíça, palco do embate contra a Bósnia, e até mesmo acusou a CBF de orientar Lucas a forçar o terceiro cartão amarelo e evitar ‘barulho’ em sua ausência no clássico contra o Palmeiras. Após o bate-boca entre Leão e Andrés, a CBF concordou em liberá-lo. Lucas esteve em campo por dez minutos na vitória da Seleção e já viajou de volta para São Paulo.
“Eu cheguei no CT 5h30, fui dormir lá para as 6h30 e dentro de campo cansei desde o primeiro tempo. O importante é estar jogando e marcando, seja com o São Paulo ou com a Seleção Brasileira. Acho legal quando a gente faz um esforço e vê que dá certo, que tudo é valido. Me superei aqui e pude ajudar a equipe a sair com a vitoria”, disse Lucas.
O camisa 7 provavelmente será ausência no próximo domingo, quando o São Paulo vai a Piracicaba enfrentar o XV, pois Leão quer preservar alguns jogadores. Na próxima quarta-feira, entretanto, estará em campo em Belém do Pará, onde o Tricolor disputa sua primeira partida na Copa do Brasil. “Ainda bem que o Pará é mais perto que a Alemanha”, brincou.
gazetaesportiva.net

Clima de Libertadores, nervos de aço: Fla busca equilíbrio emocional

Joel Santana constatou: o Flamengo perdeu o controle emocional na derrota por 2 a 1 para o Boavista, quarta-feira, pela primeira rodada da Taça Rio. O treinador acha que o jogadores não conseguiram lidar com o estilo do adversário que, segundo ele, parou a partida com faltas e irritou os rubro-negros. O atletas concordam. Reconhecem que precisavam ter lidado melhor com o cenário que se apresentou. Às vésperas de dois jogos importantes pela Libertadores da América, o time procura o equilíbrio mental: clima de guerra, nervos de aço.


- Fizemos uma boa partida durante os primeiros 40 minutos, conseguimos o gol e tivemos a chance de ampliar. Foi uma dificuldade natural contra uma equipe de menor expressão. Eles jogam fechados, gastam o tempo e não conseguimos fazer o gol. As coisas foram acontecendo, o Willians saiu (machucado), tomamos os gols. Isso complicou muito. A gente sabe que vai acontecer isso (na Libertadores). Naquele momento, nos descontrolamos. Mas é uma situação que já passou. Temos um jogo no domingo (contra o Duque de Caxias, em Macaé), precisamos da vitória e vamos trabalhar para fazer uma grande partida – disse o lateral-esquerdo Junior Cesar.

Nem a experiência de alguns atletas do grupo funcionou. Renato, por exemplo, que assumiu a braçadeira de capitão na ausência de Ronaldinho e Léo Moura, foi expulso no fim do jogo ao se desentender com o goleiro Thiago. O meia disse que tentou defender Galhardo, que tentava pegar a bola das mãos do adversário para cobrar o escanteio mais rápido. Renato afirmou que por várias vezes tentou conversar com o árbitro Felipe Gomes da Silva, mas não conseguiu. Ele também teve uma discussão com o auxiliar Luiz Cláudio Regazone, depois de ter recebido cartão vermelho.


Outros jogadores do Flamengo também se irritaram muito com a arbitragem. Junior Cesar reconhece que o time perdeu o foco.

- Temos de tentar manter o equilíbrio emocional para que essa situação não se repita.

Love com Junior Cesar no treino do flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Depois do jogo contra o Duque de Caxias, em Macaé, o Rubro-Negro vai enfrentar o Emelec, do Equador, pela segunda rodada do Grupo 2 da Libertadores. A partida será na quinta-feira que vem, no Engenhão, às 19h30m (de Brasília). No dia 11, tem Fla-Flu, pela terceira rodada da Taça Rio. Quatro dias depois, 15, será a vez de enfrentar o Olimpia, do Paraguai, também no Rio.


O vice de futebol, Paulo César Coutinho, acompanha a delegação em Macaé e reconhece que faltou equilíbrio ao grupo contra o Boavista.

- Foi um bom laboratório. Deu para treinar a nossa temperança. A gente não pode perder a calma, a paciência. O juiz motivou o problema, chega uma hora que você perde a cabeça. O juiz conduziu o jogo para aquilo.

O grupo de Joel Santana vai treinar na cidade do Norte Fluminense até o dia do jogo. Nesta sexta-feira, a atividade será à tarde, no estádio Cláudio Moacyr. Ronaldinho Gaúcho e Marcos González são aguardados.

globoesporte.com

quinta-feira, 1 de março de 2012

Resultados da 11ª rodada do Paulistão Chevrolet 2012



29/02 - 17h00
Bragantino
2 x 1
Comercial
29/02 - 19h30
Mogi Mirim
3 x 1
Portuguesa
29/02 - 19h30
Ituano
3 x 2
Paulista
29/02 - 19h30
Mirassol
3 x 0
XV de Piracicaba
29/02 - 19h30
Guarani
0 x 2
Santos
29/02 - 22h00
Linense
1 x 3
Palmeiras
29/02 - 22h00
Corinthians
2 x 1
Catanduvense
1/03 - 19h30
São Paulo
3 x 0
Guaratinguetá
1/03 - 19h30
São Caetano
2 x 2
Oeste
1/03 - 21h00
Botafogo
1 x 2
Ponte Preta

Resultados da 1ª rodada do Campeonato Carioca


29/02 - 16h00
Nova Iguaçu
2 x 1
Friburguense
29/02 - 16h00
Bangu
0 x 0
Olaria
29/02 - 17h00
Resende
2 x 1
Fluminense
29/02 - 19h30
Vasco da Gama
2 x 2
Bonsucesso
29/02 - 22h00
Flamengo
1 x 2
Boavista
1/03 - 19h30
Macaé
2 x 1
Duque de Caxias
1/03 - 19h30
Americano
2 x 4
Botafogo
1/03 - 19h30
Volta Redonda
3 x 0
Madureira

Resultados da 12ª rodada do Campeonato Baiano


29/02 - 20h30
Itabuna
2 x 2
Fluminense de Feira
29/02 - 20h30
Bahia de Feira
3 x 4
Feirense
29/02 - 20h30
Bahia
5 x 1
Camaçari
29/02 - 20h30
Atlético
2 x 1
Juazeirense
29/02 - 22h00
Serrano
1 x 0
Vitória
1/03 - 20h30
Juazeiro
1 x 0
Vitória da Conquista

Vento artilheiro marca gol espírita em Israel; Assista


fonte: galaticosonline.com

Messi marca três vezes e evita fracasso da Argentina diante da Suíça

Dono de uma qualidade indiscutível, o argentino Lionel Messi salvou a seleção de seu país nesta quarta-feira e evitou mais um fracasso dos hermanos em amistosos internacionais. Dessa vez, a vítima foi a Suíça, que foi derrotada por 3 a 1, na cidade de Berna, e presenciou uma excelente atuação do criticado astro do Barcelona em seus domínios.
Apesar de não ter uma apresentação parecida com aquelas que o consagraram no time catalão, Messi fez jus ao título de melhor jogador do mundo e marcou os três da Argentina. No entanto, a movimentação do atleta ainda deixou a desejar e as seguidas falhas defensivas da seleção preocuparam muito o técnico Alejandro Sabella.
O primeiro gol marcado avançado surgiu após uma boa jogada com o atacante do Manchester City, Sergio Aguero. Aos 20 minutos do primeiro tempo, Messi arrancou no meio-campo e tocou para seu companheiro de ataque, que devolveu rapidamente de calcanhar para a batida de primeira do atleta, sem chances de defesa para o goleiro.
Após o gol marcado, a Argentina não conseguiu manter a pressão que vinha impondo aos donos da casa e apenas administrou a vantagem antes do intervalo. Já a Suíça, por sua vez, não apresentava qualquer perigo ao seu adversário e tentava jogar no erro dos sul-americanos para igualar o marcador.
A tática acabou dando certo já no começo do segundo tempo. O rápido Lichsteiner avançou pela esquerda e tocou para o centro da área. A bola caiu nos pés de Mehmedi, que na marca do pênalti, furou de uma forma bizarra. No entanto, o esférico sobrou para Shaqiri, que não desperdiçou a liberdade dada pela zaga argentina e fuzilou o goleiro Sergio Romero.
O restante do jogo acabou perdendo muito em qualidade técnica e foi marcado por chances esporádicas de gol para as duas seleções. Primeiro a Suíça teve duas grandes oportunidades com Shaqiri, que levou perigo à meta de Romero com chutes de fora da área. Em seguida, Salvio quase desempatou com uma boa finalização do lado esquerdo, mas não conseguiu passar por Wolfli.
Quando a partida caminhava para o seu fim, Messi roubou uma bola do zagueiro adversário e partiu em velocidade. Sem sofrer o combate de nenhum defensor suíço, o avançado conseguiu ficar cara a cara com o arqueiro anfitrião e deu um toque por baixo da bola para enganar Wolfli e desempatar o duelo.
Assustada com o gol sofrido, a Suíça se mostrou afobada no lance seguinte e um pênalti infantil em cima de Higuaín deu a chance para que o craque do Barcelona balançasse as redes pela terceira vez. Com uma tranquilidade invejável, o atleta tomou a bola e colocou no canto oposto do goleiro, decretando assim a boa vitória argentina no amistoso.
Fonte:gazetaesportiva


Espanha confirma favoritismo e massacra a Venezuela em amistoso

Atual campeã do mundo e favorita ao título da Eurocopa 2012, a Espanha fez valer o seu poderio ofensivo e não deu chances para que a Venezuela esboçasse qualquer reação nesta quarta-feira. A Fúria massacrou seu adversário e aplicou uma sonora goleada por 5 a 0, no estádio La Rosaleda, em Málaga.
Formada basicamente por atletas de RealMadrid e Barcelona e trajando o novo uniforme que será utilizado na Euro, a seleção espanhola foi superior durante todo o amistoso e sufocou a Venezuela em seu campo defensivo. Logo aos cinco minutos de jogo, os donos da casa deram seu cartão de visita e acertaram a trave em uma forte cabeçada de Sergio Ramos.
Em seguida, aos 11 minutos, Llorente aproveitou a cobrança de outro escanteio para cabecear firme e levar um enorme perigo ao assustado goleiro Hernández. Mesmo com as boas chances criadas, o time não conseguia concluir comqualidade e a bola insistia em não estufar as redes venezuelanas.
O panorama do amigável se manteve deste modo até que Iniesta tratou de chamar a responsabilidade para si e inaugurar o marcador aos 36 minutos da primeira etapa. Após receber bom passe de Fábregas, o armador do Barça se infiltrou na defesa sul-americana e bateu de primeira, rente ao poste esquerdo e sem chances para que o goleiro praticasse a defesa.
A dianteira no placar empolgou os jogadores da Espanha, que passaram a arriscar mais e tiveram a competência de anotar o segundo ainda no primeiro tempo. Destaque do Manchester City no Campeonato Inglês, David Silva dominou na entrada da área e chutou cruzado, acertando o canto direito de Hernández e marcando um verdadeiro golaço em Málaga.
Durante o intervalo, o técnico Vicente del Bosque resolveu mexer na equipe e colocou em campo o atacante Soldado, no lugar de Llorente. A escolha do treinador surtiu efeito e foi fundamental para que o time marcasse mais três vezes na partida.
Aos quatro minutos da segunda etapa, o setor ofensivo espanhol trocou passes dentro da área e lançou Cazorla na linha de fundo. O jogador achou Soldado no primeiro pau e viu seu companheiro de ataque concluir sem dificuldades para aumentar a vantagem.
Três minutos depois, Soldado recebeu outro passe rasteiro da direita e se esticou todo para bater Hernández novamente. O atacante ainda teve a chance anotar mais um no amistoso, quando foi derrubado dentro da área e causou a expulsão de Amorebieta. Entretanto, a cobrança da penalidade acabou nas pernas do goleiro venezuelano.
Sem se abater com o pênalti desperdiçado, o jogador continuou infernizando os defensores sul-americanos e marcou a sua fantástica apresentação com mais um gol. Dessa vez, Soldado aproveitou o grande passe de Jordi Alba e mostrou oportunismo para se colocar bem dentro da área e vencer o arqueiro pela terceira vez no jogo, colocando números finais ao eletrizante duelo desta quarta-feira.
Fonte:gazetaesportiva

Após assembléia, Teixeira se mantém na presidência da CBF

Divulgação/CBF

Os rumores de que Ricardo Teixeira renunciaria à presidência da CBF não se mostraram verdadeiros e o cartola continuará no cargo.
Durante a Assembléia Geral Extraordinária presidida por Rubens Lopes, presidente da Ferj, nesta quarta-feira, o mandatário não pediu para sair da posição que ocupa há 23 anos. Durante a reunião, seis pessoas se reuniram em frente ao prédio da confederação para protestar contra o cartola.
"Quanto à permanência de Teixeira, isso foi esclarecido antes mesmo do Carnaval. Na nota divulgada no site oficial da CBF, falamos que ele se afastaria durante o período e depois voltaria normalmente, como aconteceu. Ele segue no exercício da presidência da CBF", declarou Rubens Lopes.
Na assembléia, presidentes das 27 federações estaduais se reuniram para alterar alguns setores do estatuto da CBF. No entanto, muitos veículos davam como certa uma renúncia de Teixeira nesse evento, com sua saúde como justificativa.
Fonte:gazetaesportiva