CÂMARA DE VEREADORES DE CAIRU

sábado, 9 de junho de 2012

ENFIM, VITÓRIA: FLA SOFRE, MAS ENCERRA SÉRIE DE EMPATES E BATE O CORITIBA


Enfim, uma boa notícia para rubro-negros. Após viver dias conturbados desde a saída de Ronaldinho Gaúcho e de ter até sua sede assaltada, o Flamengo conquistou um triunfo. Com sofrimento, é verdade, mas os três pontos estão no bolso. O placar de 3 a 1 diante do Coritiba no Engenhão, sob chuva e pressão persistentes, põe fim a uma incômoda série de três empates e garante um sopro de paz na Gávea. O time acumula seis pontos na tabela do Brasileirão e, até os jogos deste domingo, ocupa a sexta posição.
O Coritiba foi um adversário duro e terminou o jogo com mais finalizações do que o adversário (13 a 11), mas se perdeu nos primeiros 15 minutos, justamente quando o Flamengo conseguiu abrir 2 a 0, com gols de Vagner Love e Luiz Antonio. O zagueiro Emerson diminuiu ainda na etapa inicial, mas no segundo tempo os paranaenses desperdiçaram ótimas chances para empatar. Já nos acréscimos, o estreante Hernane fez o gol do alívio flamenguista. O Coxa soma três pontos e está em 11º lugar.
A vitória dá sobrevida ao técnico Joel Santana, que está em processo de fritura, não conta mais com a paciência da cúpula de futebol e precisa de uma boa sequência de resultados para seguir no cargo. Após a partida, ele reclamou do excesso de críticas ao time e tentou justificar alguns resultados decepcionantes recentemente.
- Do dia que cheguei, há quatro meses, para hoje: olha quanto foi modificada essa equipe. Aqui no Flamengo se faz time da noite para o dia? Dorme e acorda com a equipe pronta? Isso não é fácil.
No Coritiba, o lamento geral foi pelos dois gols sofridos no começo do jogo. O goleiro Vanderlei disse que o time entrou com muito sono, e o técnico Marcelo Oliveira ressaltou que é preciso ter atenção o tempo todo.
- Tem que jogar os 90 minutos. Cobrei dos jogadores no vestiário e deu certo. Voltamos no segundo tempo com mais força, mas não traduzimos em gol.
Na primeira partida sem Ronaldinho Gaúcho no Engenhão, a torcida do Flamengo se manisfestou contra o atacante, agora jogador do Atlético-MG. Com uma faixa, demonstrou que ainda está na bronca com o ex-camisa 10. No fim, cantou: "Ô, Ronaldinho, pode esperar, a sua hora vai chegar".
Flamengo comemora gol sobre o Coritiba (Foto: Alexandre Loureiro / VIPCOMM)Jogadores do Flamengo comemoram um dos gols sobre o Coritiba (Foto: Alexandre Loureiro / VIPCOMM)
Na quinta rodada, o Flamengo vai jogar outra vez em casa. No domingo (17 de junho), recebe o Santos no Engenhão, às 16h. No mesmo dia, o Coxa enfrenta o Atlético-GO no Couto Pereira, às 18h30m. Antes, porém, abre a disputa da semifinal da Copa do Brasil contra o São Paulo. O jogo de ida será na quinta-feira, no Morumbi, às 21h.
globoesporte.com

Messi resolve: craque faz três e derruba o Brasil nos Estados Unidos


O Brasil voltou a sofrer com a maestria de Lionel Messi na tarde deste sábado, em Nova Jersey. Se antes muitos cobravam que o camisa 10 não resolvia para os "hermanos", agora ele assumiu a responsabilidade e passou por cima do time canarinho. Com três gols, um deles uma pintura, “La Pulga” foi fundamental na vitória de sua equipe por 4 a 3 sobre a Seleção de Mano Menezes, no MetLife Stadium, nos Estados Unidos.
Mas não foi fácil para a Argentina. O Brasil ficou à frente do marcador em duas oportunidades. Os gols do time canarinho foram marcados por Rômulo, Oscar e Hulk. Além dos três tentos de Messi, o zagueiro Federico Fernández fez o outro para os Hermanos, completando cobrança de escanteio.
Essa foi a segunda vez em três anos que Messi decidiu uma partida contra o Brasil com um belo gol. Em 2010, no Qatar, no triunfo dos Hermanos por 1 a 0, o jogador também resolveu com uma jogada individual. A seleção brasileira a partir de agora vai se preparar para os Jogos de Londres. A convocação definitiva para o torneio será divulgada no dia 6 ou 9 de julho. A CBF ainda não definiu a data.
Vale lembrar que esse foi o terceiro encontro entre Messi e Neymar. Nos anteriores, vitória do argentino. O primeiro aconteceu entre as equipes nacionais em Doha, no Qatar. O segundo foi na goleada por 4 a 0 do Barcelona sobre o Santos, em partida válida pela final do Mundial de Clubes da Fifa. Na ocasião, "La Pulga" marcou duas vezes.
Neymar na partida do Brasil contra a Argentina (Foto: Reuters)Neymar pede pênalti após cair na área: árbitro ignora dois lances polêmicos com brasileiro (Foto: Reuters)
Neymar pede pênaltis, e Messi resolve no primeiro tempo
Os primeiros minutos de jogo mostraram um Brasil disposto a pressionar a Argentina em seu campo de defesa. Neymar estava até melhor do que Lionel Messi. O brasileiro se movimentava, buscava o jogo e atuava pelo lado direito. Hulk ficou mais pelo lado esquerdo. Aos 10, o camisa 11 canarinho recebeu na entrada da área e errou o alvo. Segundos mais tarde, o argentino tocava pela primeira vez na bola. E não era para ser figurante.
Na primeira grande jogada da Argentina, Hulk deu bobeira e a bola sobrou para Dí Maria. O atacante do Real Madrid tocou para Messi. “La Pulga” invadiu a área, mas foi travado pela zaga canarinho. O jogo continuou corrido. O Brasil seguia melhor, mas desperdiçava muitas oportunidades de gol. Aos 15, Oscar fez um ótimo lançamento para Hulk. O atacante invadiu a área e finalizou em cima do goleiro Romero.
Sandro marcava Messi em cima. Não deixava o melhor do mundo tocar na bola. Aos 21, o Hermano pediu calma aos companheiros, queria paciência do time para sair da defesa para o ataque. No minuto seguinte, em jogada ensaiada treinada por Mano Menezes nos últimos dias, Neymar cobrou rápido e encontro Rômulo dentro da área. O volante soltou a bomba e abriu o marcador. O goleiro Romero ainda tocou na bola, mas não evitou o tento.
O time canarinho seguiu melhor e teve duas chances de ampliar o marcador, todas com Neymar. Na primeira, aos 27, o atacante recebeu lançamento de Rômulo, entrou na área e levou um tranco. Pênalti não marcado pelo árbitro americano Jair Marrufo. Três minutos depois, o camisa 11 recebeu no meio, invadiu a área e vacilou no momento na finalização.
Como Neymar não marcou, Messi tratou de iniciar o seu show. Aos 31, Sandro, que até então estava marcando o argentino de maneira impecável, perdeu a bola no meio de campo para Higuaín, que lançou “La Pulga”. O craque invadiu a área e tocou na saída de Rafael Cabral. Três minutos depois, o camisa 10 tabelou com Dí Maria, recebeu na frente, passou pelo arqueiro brasileiro e virou a partida. Festa argentina em Nova Jersey.
Mesmo com a virada, o Brasil seguiu tendo uma boa atuação. E Hulk perdeu outra oportunidade clara. O jogador recebeu ótimo passe de Neymar dentro da área e chutou em cima de Romero. Quase o empate canarinho.
Messi comemora gol da Argentina contra o Brasil (Foto: AFP)Messi comemora: argentino chegou a 82 gols na temporada, entre Barça e seleção (Foto: AFP)
E Messi volta a decidir no segundo tempo
O panorama da partida continuou o mesmo. O Brasil buscava o ataque, e a Argentina esperava as vaciladas do time canarinho. Aos seis, Hulk fez boa jogada, invadiu a área e soltou a bomba. A bola passou por cima do gol de Romero. No lance seguinte. Higuaín ficou de frente para Rafael Cabral e finalizou para defesa do arqueiro canarinho.
Por conta da busca pelo empate que o Brasil passou a se expor mais na defesa. Higuaín começou a aparecer, principalmente recebendo lançamentos nas costas dos defensores do Brasil. Em uma dessa jogadas, o atacante do Real Madrid saiu na diagonal do gol canarinho e chutou cruzado para fora. Quase o terceiro da Argentina.
A persistência do Brasil surtiu efeito. Aos dez, o entrosamento do Internacional entrou em ação. Oscar tabelou com Leandro Damião e recebeu dentro da área. O jogador dominou de frente para Romero e tocou na saída do arqueiro para deixar tudo igual. Logo em seguida, o camisa 10 da Seleção pediu para sair por conta de uma pancada que levou na região abdominal.
Mano também tirou Damião para a entrada de Alexandre Pato, enquanto o colorado Guiñazu substituiu Sosa na Argentina. Aos 26, a virada brasileira: Neymar cobrou escanteio da esquerda, Romero falhou e deixou a bola escapar, Hulk pegou de primeira e marcou de canhota.
O gol movimentou os técnicos novamente. Mano tirou Rômulo para a entrada de Casemiro, e Sabella colocou Agüero, herói do título inglês do Manchester City, no lugar de Di María. E mais uma vez a rede balançou após escanteio. Mas, dessa vez, para a Argentina: Messi cruzou e Fernández, de cabeça, voltou a empatar aos 30.
Cinco minutos depois, Neymar teve boa chance para colocar o Brasil na frente. Após falha da zaga, o craque do Santos conseguiu driblar Romero na área e chutou, mas Fernández salvou os hermanos com um carrinho.
Logo em seguida, foi a vez de Messi aprontar. O camisa 10 driblou Danilo na entrada área, mas o lateral - que minutos antes entrara no lugar de Rafael - derrubou o craque do Barça. Falta perigosa: Messi cobrou com categoria, e Rafael Cabral defendeu.
Aos 39, Messi resolveu a parada. Dominou pela direita, deixou Marcelo para trás, arrancou e chutou de fora da área, no ângulo direito de Rafael: golaço. Vitória argentina por 4 a 3. Vitória de Messi.
Já nos acréscimos, Lavezzi e Marcelo se desentenderam. O argentino derrubou o brasileiro com uma entrada dura. Na queda, o lateral acertou o braço no rosto de Lavezzi, de propósito.
- Perdi a cabeça. Não justifica o que eu fiz... - reconheceu Marcelo na saída de campo em entrevista à TV Globo.
globoesporte.com

Resultados e classificação do campeonato brasileiro serie B



 Clube
PG
JG
VI
EM
DE
GP
GC
SG
%A
1
13
5
4
1
0
11
2
9
86.7
2
13
5
4
1
0
12
5
7
86.7
3
12
5
4
0
1
13
8
5
80.0
4
10
5
3
1
1
10
5
5
66.7
5
10
5
3
1
1
6
5
1
66.7
6
7
5
2
1
2
4
3
1
46.7
7
7
5
2
1
2
6
6
0
46.7
8
7
5
2
1
2
5
5
0
46.7
9
7
5
2
1
2
7
10
-3
46.7
10
6
4
2
0
2
8
5
3
50.0
11
6
5
2
0
3
5
8
-3
40.0
12
6
5
1
3
1
7
6
1
40.0
13
5
4
1
2
1
4
2
2
41.7
14
5
5
1
2
2
7
8
-1
33.3
15
5
5
1
2
2
7
9
-2
33.3
16
4
5
1
1
3
9
11
-2
26.7
17
4
4
1
1
2
3
7
-4
33.3
18
3
5
1
0
4
6
13
-7
20.0
19
2
5
0
2
3
3
10
-7
13.3
20
1
4
0
1
3
5
10
-5
8.3



5/06 - 21h00
São Caetano-SP
1 x 1
América-MG
5/06 - 21h00
Joinville-SC
1 x 0
ASA-AL
8/06 - 21h00
Ipatinga-MG
1 x 2
Avaí-SC
8/06 - 21h00
América-RN
2 x 1
Bragantino-SP
8/06 - 21h00
Boa Esporte-MG
1 x 2
Vitória-BA
9/06 - 16h20
Grêmio Barueri-SP
2 x 2
Guarani-SP
9/06 - 16h20
CRB-AL
2 x 0
Atlético-PR
9/06 - 16h20
Paraná-PR
3 x 2
Guaratinguetá-SP
9/06 - 16h20
Criciúma-SC
3 x 0
Goiás-GO
9/06 - 21h00
Ceará-CE
x
ABC-RN