Publicidade

GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Desempenho de adversário e Copa do BR-16 motivam Atlético-PR contra Capiatá-PAR

Carlos Alberto

A missão é difícil, mas plenamente possível. O Atlético-PR encara o Deportivo Capiatá-PAR nesta quarta-feira, 21h45, no estádio Erico Galeano, pelo jogo da volta da terceira fase da Copa Libertadores, precisando vencer para avançar na competição.

A igualdade por 3 a 3 há uma semana, na Arena da Baixada, deixou o clube paranaense em uma situação desconfortável. Muito pelo próprio retrospecto atleticano atuando longe de sua casa. No ano passado, pela Série A, foram apenas dois triunfos. No torneio internacional, na segunda fase, perdeu para o Millonarios-COL e nem no Estadual, mesmo utilizando a equipe reserva, viu o time vencer.

Mas uma vitória pela Copa do Brasil, em 2016, anima o Furacão. Após perder para o Grêmio em casa, o Rubro-Negro foi à Arena gaúcha e devolveu o resultado simples que precisava para levar aos pênaltis. Acabou eliminado, entretanto, só que demonstrou um poder de reação.

- No único momento em que tínhamos uma situação como esta, quando tínhamos que reverter o resultado, nós revertemos. Na Copa do Brasil, quando ninguém esperava que nós fôssemos, inclusive com uma equipe que não tinha sua força mais evidente, fez o resultado. Estamos tranquilos em relação a isso, não faz nem cócegas. Mas, claro, estamos alertas, porque não podemos ser negligentes em relação aos fatos - afirmou o técnico Paulo Autuori.

Nenhum comentário:

Postar um comentário