Publicidade

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Edinho é condenado por associação ao tráfico e lavagem de dinheiro

Edinho teve seu recurso julgado e deverá cumprir 12 anos de dez meses de prisão em regime fechado (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo julgou nesta quinta-feira Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, filho de Pelé, pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. O ex-goleiro do Santos, que havia entrado com recurso, teve sua pena reduzida de 33 anos e quatro meses de reclusão para 12 anos e dez meses. As informações são do portal G1.
Edinho terá de cumprir a pena em regime fechado. A 1ª Vara Criminal de Praia Grande foi responsável por expedir o mandado de prisão, já que a ação penal tramitou no fórum do município da Baixada Santista. Assim que o mandado for publicado, o ex-goleiro do Santos deverá ser detido.
Além de Edinho, outros três homens foram condenados pelos mesmos crimes. Clóvis Ribeiro, o “Nai”, deverá cumprir uma pena de 15 anos, enquanto Maurício Louzada Ghelardi, o “Soldado”, e Nicolau Aun Júnior, mais conhecido como “Véio”, foram condenados a 11 anos e quatro meses de prisão. Todos terão de responder à justiça em regime fechado.
Histórico – Edinho tem um passado conturbado com a justiça. Em junho de 2005 o filho de Pelé e outras 17 pessoas foram presas pela operação realizada pelo Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) chamada Operação Indra. O ex-goleiro do Santos foi acusado de envolvimento com o tráfico de drogas na Baixada Santista, ligado a uma organização chefiada por Naldinho. Após permanecer seis meses na prisão, Edinho foi solto após o Supremo Tribunal Federal conceder habeas corpus.
Em janeiro de 2006 ele voltou a ser julgado, agora também associado ao crime de lavagem de dinheiro. A defesa do ex-jogador conseguiu novamente o habeas corpus, no entanto, 47 dias depois ele voltou para trás das grades por conta de uma denúncia do Ministério Público. Edinho ainda seria detido mais duas vezes em 2014, mas novamente conseguiu responder seu processo em liberdade.
Em 2016 Edinho retomou sua carreira no futebol, agora como treinador. O filho de Pelé acertou com o Água Santa, time de Diadema que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista, em maio, mas durou menos de quatro meses no cargo.
Fonte:gazetaesportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário