Fibrolink Telecom

Fibrolink Telecom

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Eduardo Baptista assina contrato e comanda o Palmeiras até o fim de 2017

Eduardo Baptista, ex-técnico da Ponte Preta, durante entrevista coletiva, na Sala de Imprensa do Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), para falar sobre sua saída do comando técnico da Macaca. Em 43 partidas à frente da equipe, contando Série A do Brasileiro e Copa do Brasil, foram 17 vitórias, 11 empates e 15 derrotas, com 48% de aproveitamento no geral.

O técnico Eduardo Baptista foi oficializado nesta sexta-feira como o novo técnico do Palmeiras. O ex-treinador da Ponte Preta assinou contrato com o clube até o final de 2017. Ele terá a missão de dar sequência ao trabalho bem-sucedido de Cuca, que alegou questões pessoais e não renovou seu vínculo após conquistar o título brasileiro.
“Estou muito feliz de chegar a um clube do tamanho e da grandeza do Palmeiras. É um time que está vivendo um grande momento, é o atual campeão brasileiro. Além disso, vou substituir um treinador que fez um trabalho brilhante. A expectativa é trabalhar muito para dar continuidade a tudo isso que foi feito e a essa busca por títulos”, afirmou Eduardo, de 46 anos, ao site oficial do clube.
Filho de Nelsinho Baptista, que treinou o Palmeiras nos anos 1990, Eduardo despontou no comando do Sport ao conquistar o Campeonato Pernambucano 2014 e a Copa do Nordeste 2014. Após uma passagem decepcionante pelo Fluminense, no início deste ano, ele acertou com a Ponte Preta em abril e comandou o time em sua melhor campanha na era dos pontos corridos do Brasileirão.
Eduardo pediu demissão da Macaca antes da última rodada do campeonato. Ele já tinha um acerto encaminhado com o Palmeiras desde o início deste mês. O técnico passou os últimos dias no Rio de Janeiro, onde participou de um curso de aprimoramento da CBF.
O anúncio de Eduardo ocorre um dia após o presidente Maurício Galiotte ter assinado o termo de posse. O novo mandatário foi eleito para substituir Paulo Nobre e dirigirá o Palmeiras no biênio 2017/2018. A principal meta da gestão é levar o Verdão ao título da Copa Libertadores, torneio que só foi conquistado pelo clube em 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário