PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Com futuro indefinido no México, Escudero volta a ser sondado pelo Vitória

 

Como um efeito borboleta, o afastamento de um jogador no México pode provocar um turbilhão de especulações e esperança no Brasil. Xodó da torcida rubro-negra, o meia Escudero está afastado do elenco principal do clube mexicano Puebla. Pelo seu perfil nas redes sociais, o gringo externou que não está fazendo a pré-temporada com o time. A situação fortalece a possibilidade do retorno do ídolo ao Vitória em 2017. 
“Para aqueles que não sabem como está minha situação, ressalto que me apresentei no último dia 10 igual aos meus companheiros. Mas como o clube tem uma pendência comigo, eu mostrei meu desconforto junto a direção. E eles decidiram que eu não iria viajar para a pré-temporada. Assim, sigo treinando forte com a equipe sub-20 para continuar o meu futuro. Seja dentro ou fora do clube, sempre vou fazer o meu melhor para a equipe”, escreveu Escudero, no seu perfil oficial no Facebook. O time mexicano deve dinheiro ao atleta. 
O empresário de Escudero afirmou que não existe nenhuma proposta oficial, mas que houve uma sondagem. Na verdade, dois candidatos à presidência do clube procuraram o procurador do atleta, Dario Bombini: Ricardo David e o atual presidente, Raimundo Viana. Porém, nenhum apresentou uma proposta. Nenhuma negociação oficial vai acontecer antes da eleição do Conselho Deliberativo, que acontece na quinta-feira (15), a partir das 11h, no Barradão. 
Caso o próximo presidente do Leão decida trazer o gringo, o retorno do camisa 11 é uma questão de tempo. Aos mais íntimos, o argentino já comentou que deseja retornar ao Vitória, mas não fala do assunto até que seja feita uma proposta oficial. Até lá, Escudero segue treinando separado no México. 
O meia chegou no time baiano em 2013 e foi destaque na campanha do quinto lugar no Campeonato Brasileiro. Passou 2014 em baixa devido a uma grave lesão no joelho e despediu-se no final de 2015, após o acesso à Série A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário