GOVERNO DA BAHIA

Fibrolink Telecom

Fibrolink Telecom

GOVERNO DA BAHIA

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Bahia acerta com OAS e ficará com a Cidade Tricolor e o Fazendão

2016-12-20-10-46_CapaCidadeTricolor 

Depois de alguns anos sem poder utilizar a Cidade Tricolor, o Bahia, enfim, assumirá o comando do centro de treinamento inaugurado em 2013. A direção do clube chegou a um novo acordo de preço com a construtora OAS, a operadora financeira Planner e mais três bancos, para poder executar o pagamento e tomar posse definitiva do CT. 
De acordo com publicação do jornal A Tarde, o valor da compra do CT será menor do que os R$ 10 milhões que seriam parcelados em dez anos e que ainda teria acréscimos por correção e juros, além de impostos e taxas judiciais, acertados na gestão Fernando Schmidt, em 2014.
Com o novo acordo, o Bahia pagará R$ 7 milhões assim que haja homologação da Justiça. A forma de pagamento também mudou. O valor será pago à vista, sendo uma parte em dinheiro e outra em Transcons - moeda do setor imobiliário que o clube conseguiu após a desapropriação de sua sede de praia, no bairro da Boca do Rio, pela Prefeitura de Salvador.
No preço de compra, serão acrescidos mais R$ 4,3 milhões, referentes a juros e taxas judiciais. Com isso, o valor total da operação será de R$ 11,3 milhões - que já teria sido apresentado no orçamento para 2017 e aprovado pelo Conselho Deliberativo.
Com este novo acerto, o valor em Transcons será de R$ 21,7 milhões, que em moeda real tem depreciação de 50%, valendo então R$ 10,8 milhões.
Vice-presidente tricolor, Pedro Henriques não falou sobre valores, mas confirmou que o acerto pode ser assinado ainda neste ano.
“É a expectativa (assinar ainda em 2016), mas não podemos garantir. A Justiça entra em recesso nesta semana, então pode até ser que extrajudicialmente a gente entre em acordo, mas só seria homologado pela Justiça após o recesso”, disse, ao A Tarde. Já o gerente jurídico Vitor Ferraz confirmou já ter um acordo. "Já temos uma base de acordo, que envolveu muitos detalhes".
Como no acordo anterior, o clube voltará a ter o Fazendão - sob a posse da OAS como permuta para a construção do novo CT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário