Publicidade

quarta-feira, 1 de março de 2017

Empresários não aceitam proposta e Vitória segue apostando na valorização do atacante


Em meio a tanta especulação, o Esporte Clube Vitória vem a público para informar que o jogador David não será mais vendido ao Dangdai Lifan, um dos principais clubes do futebol de elite da China. De fato, havia uma negociação que já se estendia por duas semanas, mas o negócio não se concretizou.
A proposta do clube chinês era de 3,5 milhões de dólares, o que equivale a 12 milhões de reais. Ou seja, caso o Vitória tivesse direito a 100% sobre a venda, teria sido a maior transação do Nordeste de todos os tempos. O Vitória possui 70% de qualquer negociação envolvendo o jogador, e, segundo a proposta, permaneceria com 20% e receberia o equivalente a 2,8 milhões de dólares (algo em torno de 8,5 milhões de reais) pelos 50% restantes.
O Leão já havia sinalizado interesse e o prazo para a finalização da transação teria sido nesta segunda-feira (28). No entanto, David e o staff do atleta, optaram por não concretizá-la e se anteciparam. “O jogador tem 21 anos de idade. Confiamos no clube e no potencial que ele tem e preferimos mantê-lo no país”, afirma Francisco Godoy, um dos empresários do atacante. “O foco dele é o Vitória”, garante.
O Vitória, então, seguirá apostando em David, pois trata-se de uma promessa do futebol brasileiro e ainda tem muito o que contribuir com o time. A proposta do Lifan, da China, não foi a única, e o clube confia que seu desempenho nesta temporada só irá valorizá-lo ainda mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário