Publicidade

sexta-feira, 3 de março de 2017

Edinho deixa a cadeia após seis dias e mira sequência da carreira

Edinho estava preso desde a última sexta-feira (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O ex-goleiro Edinho, filho de Pelé, deixou a cadeia do 5º Distrito Policial de Santos no final da tarde desta quinta-feira por decisão do ministro Antonio Saldanha Palheiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele estava preso desde a última sexta-feira por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.
Condenado em primeira instância a 33 anos e quatro meses de prisão, pena que foi reduzida para 12 anos, dez meses e 15 dias depois de recurso, Edinho já mira a continuidade da sua carreira como técnico. “Quero dar sequência à minha vida. Se Deus quiser, aparecerá uma nova oportunidade no futebol”, declarou, ao deixar a prisão.
O filho de Pelé responde por auxiliar as operações financeiras de Ronaldo Duarte Barsotti, o Naldinho, um dos principais traficantes da Baixada Santista e foragido da Justiça. Edinho já havia sido preso em 2005 pelo mesmo motivo, quando alegou ser apenas um usuário de drogas. Em julho de 2014, houve nova detenção por contrariar os pressupostos para permanecer em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário