GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

A pandemia dos técnicos da Série A do futebol brasileiro


O mundo e, consequentemente, o futebol mudaram neste ano de 2020 com a chegada do coronavírus. Porém, um velho hábito segue inalterado no Brasil: A culpa é, quase sempre, do treinador. Nesta quinta-feira (20) dois técnicos da primeira divisão caíram por conta do fraco início de Brasileirão. Ainda à tarde, o Coritiba anunciou a saída de Eduardo Barroca. O Coxa faz seu pior início na história do nacional, com quatro derrotas em quatro partidas. Já a segunda demissão ocorreu no período da noite. Com duas derrotas e um empate, o Goiás optou pela demissão do técnico Ney Franco mesmo em meio à diversos casos de Covid-19 no elenco. Dos 20 clubes da Série A, 11 já trocaram de treinador neste ano. Destes, apenas três saíram por opção própria. Jorge Jesus e Enderson Moreira, que faziam boas campanhas no Flamengo e Ceará, além de Abel Braga, que deixou o Vasco com apenas quatro triunfos em 14 jogos. Com ou sem pandemia, o treinador da Série A sempre esteve sujeito a ter seu trabalho encerrado mais cedo. Veremos quantos resistem até o fim do campeonato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário