quinta-feira, 2 de setembro de 2021

Adversário sofre concussão e brasileiro é ouro no parataekwondo sem disputar final

 



O brasileiro Nathan Torquato ficou com a medalha de ouro na estreia do parataekwondo nos Jogos Paralímpicos, na manhã desta quinta-feira (2), em Tóquio. O curioso é que ele não precisou lutar para se tornar campeão da categoria até 61kg, na classe K44, para quem tem deficiência unilateral em um dos membros superiores. Seu adversário, o egípcio Homaed Elzayat, sofreu uma concussão e o duelo foi classificado como interrompido pelo árbitro.

 

Na semifinal, Elzayat encarou Daniil Sidorov, do Comitê Paralímpico Russo. Na luta, o russo foi desclassificado por acertar um golpe irregular no egípcio, que saiu da arena de maca e foi levado para o hospital da Vila dos Atletas. A World Taekwondo (WT) anunciou a vitória de Nathan por W.O. na final, mas voltou atrás já acreditou que o egípcio pudesse se recuperar do golpe irregular, que teria sido no pescoço, e brigar pelo ouro. No entanto, ele conseguiu voltar à arena, sem condições de lutar. Os dois atletas se apresentaram no combate, mas o árbitro declarou como interrompido dando a vitória ao brasileiro.

 

Nathan Torquato chegou na final com uma campanha de três vitórias. Ele estreou no torneio vencendo Parfait Hakizimana, do time de refugiados, por 27 a 4. Depois, nas quartas de final, ele derrotou o japonês Mitsuya Tanaka por 58 a 24. Na semifinal, o brasileiro passou pelo italiano Antonino Bossolo por 37 a 34.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO