GOVERNO DO ESTADO. BAHIA AQUI É TRABALHO

sábado, 16 de maio de 2020

Com volta do futebol alemão, veja situação de outras ligas pelo mundo

Com volta do futebol alemão, veja situação de outras ligas pelo mundo

A Bundesliga retoma a sua disputa neste sábado (16), após mais de dois meses de paralisação em razão da pandemia de Covid-19.

Enquanto a Alemanha volta a ter partidas de futebol, confira como estão as situações de outras das principais ligas do mundo:



PORTUGAL
Quando parou - A 24ª rodada foi disputada até 8 de março.

Previsão de retorno - Em comunicado divulgado na terça (12), a Liga Portuguesa de Futebol anunciou o retorno do campeonato nacional em 4 de junho.

Situação da tabela - A dez rodadas do fim do torneio, o Porto lidera com 60 pontos, um a mais do que o segundo colocado, Benfica.

Volta aos treinos - Os clubes voltaram aos treinamentos no início de maio, num primeiro momento em pequenos grupos de jogadores. A decisão foi tomada depois de vistorias nos estádios e realização de testes em todos os profissionais necessários para a volta da competição. Nove atletas foram diagnosticados com a Covid-19. O único nome revelado foi o de David Tavares, 21, do Benfica.

Segundo a liga, a volta do futebol acontece em razão das equipes terem cumprido todos os protocolos sanitários determinados pelo governo, assim como a adoção de medidas de proteção para os jogadores, comissões técnicas e funcionários que estarão envolvidos nas realizações das partidas.


ESPANHA
Quando parou - A 27ª rodada foi disputada até 8 de março.

Previsão de retorno - A liga espanhola, La Liga, avisou aos clubes que pretende retomar o campeonato em 12 de junho. A decisão, no entanto, ainda precisa de aval do governo.

Situação da tabela - Líder do campeonato até a paralisação, o Barcelona tem dois pontos a mais que o Real Madrid (58 a 56), segundo colocado. Faltam 11 rodadas para o fim da competição.

Volta aos treinos - As equipes foram liberadas para voltar aos treinos na semana passada em pequenos grupos, e La Liga anunciou no domingo (10) que cinco jogadores tiveram seus testes positivos para Covid-19. Eles cumprirão quarentena. Para que o atleta possa voltar aos treinamentos, precisará ter dois testes negativos.


ITÁLIA
Quando parou - A 26ª rodada foi disputada até o dia 9 de março, mas alguns jogos já haviam sido adiados ou realizados com portões fechados.

Previsão de Retorno - O plano é que a Série A retorne nos dias 13 ou 20 de junho, caso o governo italiano dê seu aval.

Situação da tabela - A 12 rodadas do término do campeonato, a Juventus está na liderança, um ponto à frente da Lazio (63 a 62).

Volta aos treinos - O país, um dos epicentros da doença na Europa, com mais de 30 mil mortes, permite desde o dia 4 de maio que os clubes organizem sessões de treinos individuais. A partir do dia 18, os treinamentos coletivos poderão voltar, mas terão que seguir um rigoroso protocolo sanitário. Pelas regras atuais, clubes serão obrigados a colocar todo o elenco e a comissão técnica em confinamento de 15 dias caso algum exame dê positivo para coronavírus na equipe.


INGLATERRA
Quando parou - A 29ª rodada foi disputada até 9 de março.

Previsão de retorno - A organização da Premier League espera que todos os clubes voltem às atividades até o dia 18 de maio, com a intenção de retomar a competição em 6 de junho.

Situação da tabela - O Liverpool lidera o campeonato com folga a nove rodadas do fim. São 82 pontos, contra 57 do vice-líder, o Manchester City.

Volta aos treinos - Alguns times já retomaram seus treinos, com grupos reduzidos de jogadores, e o governo autorizou a volta do campeonato a partir de junho. O problema é que o Reino Unido tem mais de 33 mil mortos em decorrência da Covid-19, menos apenas que os EUA. Por isso, muitos atletas e até alguns clubes têm se manifestado contra o retorno do futebol.



FRANÇA
Quando parou - A 28ª rodada foi disputada até 8 de março. No dia 30 de abril, a liga francesa decidiu encerrar a temporada 2019/2020 faltando dez rodadas para o seu fim.

Situação da tabela - A liga declarou o Paris-Saint Germain campeão. A equipe liderava a competição com 12 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Olympique de Marselha, e um jogo a menos. Também definiu suas vagas nas ligas europeias e rebaixados com base na situação de momento da tabela.


BRASIL
Quando parou - Os principais estaduais foram paralisados na semana do dia 15 de março.

Previsão de retorno - Nenhuma competição dos principais estados tem data marcada para volta. Tampouco há previsão para o início do Campeonato Brasileiro, que deveria ter começado há duas semanas.

Volta aos treinos - Poucos clubes retomaram aos treinos até agora. Exceções, os gaúchos Internacional e Grêmio têm feito trabalhos com pequenos grupos de jogadores. O gremista Diego Souza, que estava no Rio de Janeiro, foi diagnosticado com a Covid-19 e segue em isolamento.

O Flamengo ainda não retomou os trabalhos, mas realizou 293 testes no elenco, seus familiares e funcionários do clube, com 38 casos positivos (13% do total), três deles de jogadores (nomes não revelados).

A CBF ainda não tem um protocolo oficial para orientar a volta dos treinamentos, e cada federação estadual trabalha nas suas diretrizes. O presidente Jair Bolsonaro já se declarou favorável ao retorno do futebol, assim como o Ministério da Saúde. Ao analisar o documento da CBF, porém, a pasta fez uma série de ressalvas. Uma delas é o baixo número de testes disponíveis no país.


ARGENTINA
Quando parou - O Campeonato Argentino terminou no dia 9 de março, conforme o calendário original, com o Boca Juniors campeão. A Copa da Superliga, que levaria seu vencedor à Libertadores de 2021, começou na semana seguinte, mas acabou cancelada no fim de abril, sem nem a conclusão da primeira rodada.

Previsão de retorno - Ainda não há uma data prevista para a volta do futebol. O presidente argentino, Alberto Fernández, decretou quarentena total no país em março, quando havia 128 casos de Covid-19 confirmados, e prorrogou nesta semana as medidas de distanciamento até, pelo menos, 24 de maio. Até a noite desta quinta (14), o país confirmou 7.134 casos da doença e 353 mortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário