quinta-feira, 18 de julho de 2019

Torcedores amanheceram ressaqueados com eliminações de seus clubes na Copa do Brasil


Torcedores alvi-negros mineiros, alvi-verdes paulistas e principalmente os tricolores baianos e rubros negros cariocas, amanheceram nessa quinta feira com a ressaca da eliminação, isso porque ontem pelos jogos de volta das quartas de final da milionária Copa do Brasil, seus clubes deram adeus a competição. Em Belo Horizonte o Atletico Mineiro venceu o Cruzeiro por 2 a 0, como no jogo de ida tinha perdido por 3 a 0, foi eliminado mesmo vencendo o confronto. Em casa o Internacional devolveu o 1 a 0 que levou em São Paulo contra o Palmeiras e com o árbtro de video entrando em ação, levando a tumulto e expulsão, a decisão foi para cobranças de pênaltis e o Inter se deu melhor vencendo por 5 a 4. No Maracanã com 69 mil torcedores rubros negros, o Flamengo decepcionou sua torcida ao ser eliminado nos pênaltis. No jogo normal mais um empate em 1 a 1. Diego de forma displicente, Vitinho e Erveton Ribeiro perderam para o Fla, o Atletico mais competente converteu 3 cobranças e venceu por 3 a 1. E na Arena Fonte Nova, com recorde de bilheteria tricolor, o Bahia decepcionou sua torcida ao perder para o Grêmio por 1 a 0. Embalado por uma série de resultados positivos jogando em casa o time de Roger Machado vacilou e numa jogada individual de Álisson, o meia atacante gremista passou com facilidade por 3 defensores tricolores e marcou o gol da classificação. Com isso o grito de “faz o TED CBF” ficou entalado na garganta dos torcedores que saíram da Arena decepcionados com mais uma eliminação, pois esse ano, já foi eliminado da Copa Sul Americana na primeira fase, eliminado também da Copa do Nordeste e ontem deu adeus a Copa do Brasil, vendo os R$ 6,5 milhões indo para o Grêmio. De consolo o Bahia tem o Campeonato Baiano que conquistou e uma boa campanha que está fazendo no Brasileirão. Com os resultados de ontem, as semi finais estão definidas: jogam Grêmio e Atlético Paranaense e no outro jogo se enfrentam Internacional e Cruzeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO