sexta-feira, 16 de abril de 2021

Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões

 


A mansão de Michael Schumacher, avaliada em em 58,7 milhões de euros, cerca de R$ 400 milhões, foi colocada à venda pela esposa do ex-piloto de Fórmula 1, Corinna Schumacher. A informação é da revista alemã Bunte.
O luxuoso imóvel tem 3 mil metros quadrados, no centro de um terreno de 15 mil metros, e possui um grande jardim, além de duas piscinas.
De acordo com a revista, o objetivo da venda seria custear os cuidados médicos em torno de Schumacher. Cerca de três milhões de euros (R$ 20 milhões) são gastos anualmente no tratamento do ex-piloto.
Isso porque o alemão ainda sofre com as lesões cerebrais decorrentes do acidente que se envolveu há sete anos.
Antes, a família já havia vendido um jatinho e uma casa de férias que, juntos, renderam 25 milhões de libras (cerca de R$ 196 milhões.
Enquanto esquiava em Meribel, na França, o alemão bateu em uma pedra, caiu e chocou a cabeça em outra rocha, mais à frente. Segundo relatos, o impacto foi tão forte que o capacete que o piloto usava quebrou.
As reais condições de Schumacher permanecem como um mistério. A família não permite que pessoas de fora do círculo familiar tenham contato com o ex-piloto e pouquíssimas informações sobre o estado de saúde são divulgadas.
Ao que tudo indica, desde 2018 o alemão mora em uma casa em Maiorca, na Espanha, que antes era usada pela família como casa de veraneio.
Michael Schumacher é considerado por muitos o maior piloto de Fórmula 1 da história. Com sete títulos conquistados, o alemão é o maior vencedor da categoria, ao lado do inglês Lewis Hamilton, que chegou à sétima conquista na temporada passada.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO