GOVERNO DO ESTADO. BAHIA AQUI É TRABALHO

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Proposta para transmissão do Brasileirão no exterior é de US$ 40 mi

Foto: divulgação Flamengo

Os times brasileiros tem na mesa uma proposta de US$ 40 milhões (cerca de R$ 209 milhões) para a transmissão do Campeonato Brasileiro ao exterior. A oferta valeria por quatro temporadas (até 2023), segundo informou o Globo Esporte.com. Uma comissão de clubes debate o tema em reunião virtual nesta sexta-feira (17).
Sem jogar desde o final de semana de 14 e 15 de março, os clubes contabilizam perdas de bilheteria, cotas de TV em exibição nacional adiadas, patrícinios e sócio-torcedor. O recurso novo viria em excelente hora, mas deve-se lembrar que negociações semelhantes terminaram frustradas em 2018 e 2019.
Segundo o Globo Esporte, os clubes ainda tentam melhorar os valores em contraproposta. Nesta de US$ 40 mi, 75% seriam divididos para clubes da Série A; 20% para a B (que pode ter a transmissão também em edições futuras) e 5% para a C. Cada divisão tem 20 times.
O Athletico-PR não quer participar da venda de direitos internacionais. O presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, discorda dos valores apresentados.A oferta, por sinal, ainda é considerada baixa (em cada ano de contrato, um clube da Série A receberia menos de R$ 3 milhões pela fatia que tem direito, de um total de cerca de R$ 8 milhões). Mas há, na direção oposta, times como o atual campeão Flamengo (foto), para quem, mesmo o valor não sendo o ideal, pode ser importante para a visibilidade dos clubes fora do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário