GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Após ficar cinco anos detido no EUA, José Maria Marin está de volta ao Brasil

Após ficar cinco anos detido no EUA, José Maria Marin está de volta ao Brasil

Depois de ficar cinco detido no exterior por conta “Fifagate”, o ex-presidente da CBF, José Maria Marin, de 87 anos, desembarcou no Brasil no último domingo (5), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Ele estava detido no EUA e foi liberado pela Justiça daquele em virtude da pandemia do coronavírus. 

O benefício concedido para Marin foi por razão humanitária e pelo elevado risco de sua saúde ser comprometida por causa do surto de Covid-19. O ex-presidente da CBF já havia cumprido 80% de sua pena, que iria expirar no começo de 2021. 

Marin foi preso em maio de 2015, em Zurique, na Suíça. Em dezembro daquele ano foi transferido para os EUA e ficou em prisão domiciliar em seu apartamento na Trump Tower até o fim de 2017, quando foi julgado e condenado a 41 meses de prisão por receber mais de seis milhões de dólares de propina de empresas de marketing esportivo, em troca delas conseguirem os direitos de marketing das edições da Copa América de 2015, 2016, 2019 e 2023.

Nenhum comentário:

Postar um comentário