GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

Click e acesse Radio Web Top Notícias

segunda-feira, 12 de julho de 2021

Pâmela Rosa lidera skate nacional rumo à medalha olímpica em Tóquio-2020

 

Uma das novidades da Olimpíada de Tóquio-2020, o skate chega com grande expectativa de sucesso dos atletas brasileiros. Nas modalidades street e park, o país conta com 12 atletas, todos com chances de brigar pelas medalhas.
 

Mas é o street feminino que atrai as atenções por causa do trio a ser enviado a Tóquio, liderado por Pâmela Rosa, 23, e com Rayssa Leal, 13, e Letícia Bufoni, 28, respectivamente líder, segunda e quarta do ranking.
 

Pâmela, por sinal, dominou o circuito no último ano, vencendo cinco dos sete torneios que disputou, além de ter sido segunda em um e quarta no outro.
 

Natural de São José dos Campos (SP), ela foi campeã mundial em 2019 e possui 2 ouros, 3 pratas e 2 bronzes nos X Games, a Olimpíada radical. Por isso, é considerada a favorita à medalha de ouro em Tóquio.
 

Mas quem também pode surpreender é Rayssa, conhecida como a Fadinha do Skate. Aos 13 anos, ela já é frequente nos pódios do circuito mundial e já mostrou que vai brigar por medalha, assim como a experiente Letícia Bufoni, campeã mundial em 2015 e vice nos três anos seguintes, além de maior vencedora dos X Games, com 5 ouros, 3 pratas e 3 bronzes.
 

A maior rival das brasileiras é a japonesa Aori Nishimura, 3ª do ranking e campeã mundial este ano, mas a torcida brasileira pode esperar um pódio completo.
 

No street masculino, os representantes do país são Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna. Já na modalidade park, os trios são Pedro Quintas, Pedro Barros e Luiz Francisco, no masculino, e Yindiara Aps, Dora Varela e Isadora Pacheco, no feminino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário