GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

segunda-feira, 11 de abril de 2022

Presidente da CBF nega ter chamado Guardiola para comandar a Seleção Brasileira

 


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não fez uma proposta para Pep Guardiola assimir o comando técnico da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo de 2022. Pelo menos foi o que disse o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, em entrevista ao Blog do PVC, no ge.globo. 

 

A informação surgiu do jornal Espanho Marca, e dava conta de que a CBF ofereceu R$ 61,4 milhões para ter o espanhol no lugar de Tite (lembre aqui), que já anunciou que deixará o cargo após o Mundial. 

 

"O Tite disse que não ficará depois da Copa. Mas só vamos pensar na substituição, se for necessário, depois do Mundial. Agora, queremos dar todo o respaldo para a seleção brasileira vencer a Copa, no Catar", afirmou Ednaldo. 

 

O próprio Guardiola disse, na última sexta-feira (8), que não tem a pretensão de assumir a Seleção Brasileira agora. "Hoje, não", disse o técnico do Manchester City (veja aqui).

 

"Estou sob contrato aqui, estou muito feliz. Estou disposto a ficar para sempre aqui. Eu renovaria o contrato por dez anos, mas agora não é o momento", completou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário