GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Ubaitaba: Após enchente, equipamentos do Centro de Canoagem precisarão de reparos

 


O transbordamento do Rio das Contas que inundou o Centro de Canoagem de Ubaitaba, no litoral sul da Bahia (lembre aqui), não causou grandes danos à estrutura. Pelo menos essa é a primeira avaliação feita pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), após o nível da água baixar no local. 

 

Em contato com o Bahia Notícias, o titular da pasta, Davidson Magalhães, revelou que houve a queda de uma parede, mas que, neste primeiro momento, tudo indica que as chuvas não comprometeram a construção. 

 

"Ainda enviaremos um engenheiro, no início da semana que vem, para fazer uma nova avaliação. Do ponto de vista visual, não tem compromisso da estrutura. O que significa que a obra é rápida. Devemos fazer um contrato emergencial para a recuperação", contou o secretário. 

 

Quando a enchente ocorreu, moradores relataram que o local onde as canoas ficam guardadas foi invadido pela água. Davidson afirmou que os responsáveis por cuidar dos equipamentos retiraram uma parte deles do local antes do transbordamento. Contudo, os que foram atingidos precisarão de uma avaliação. "Vamos ver se dá para recuperar com a manutenção. Se não, vamos reequipar o centro, que é referência nacional", destacou. 

 

Vale lembrar que essa é a segunda enchente sofrida pelo Centro de Ubaitaba em dezembro. No início do mês, o próprio Davidson afirmou que o local teve suas atividades paralisadas após o rio transbordar (confira aqui). A Setre investiu em uma reforma, que terá de ser reavaliada com a nova inundação. 

 

O Centro de Ubaitaba foi um dos três prometidos pelo governador Rui Costa (PT) em 2016, após o baiano Isaquias Queiroz conquistar três medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, uma delas ao lado do conterrâneo Erlon Souza. 

 

Campeão olímpico em Tóquio-2020 (lembre aqui), Isaquias esteve presente em Ubaitaba para ajudar as vítimas das chuvas. Ele revelou, nos stories do Instagram, uma série de doações destinadas aos desabrigados. Ao lado de sua esposa, Laina Guimarães, o atleta entregou as compras nesta quinta-feira (30), e já partiu para Ubatã, outra cidade em situação de emergência, para ajudar a população de lá. 

 

Ubatã, inclusive, deve abrigar o terceiro Centro de Canoagem prometido por Rui em 2016. As obras, que já estão 90,7% prontas (veja aqui), não foram atingidas pelas chuvas. Ainda assim, a inauguração do equipamento deve atrasar, já que a Setre tem focado seus esforços em lidar com os problemas causados pelos temporais. A última data publicada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia vinculada à Setre, para o torneio inicial foi 7 de fevereiro (leia aqui). 

 

O Centro de Canoagem de Itacaré, entregue em 2018, também não teve danos causados pelas chuvas. 

 

VILA OLÍMPICA DE ITABUNA TAMBÉM ALAGA 

Passando por reforma desde maio de 2021, a Vila Olímpica de Itabuna, outro equipamento do governo do estado, também alagou. No entanto, os prejuízos também não foram grandes, de acordo com Davidson Magalhães, já que o piso ainda não havia sido instalado. "Se tivesse sido estava todo perdido", afirmou, ao BN. 

 

Itabuna é uma das cidades que mais vêm sofrendo com o fenômeno, após o Rio Cachoeira subir nove metros (veja aqui). Nesta quinta, imagens mostraram que o nível da água baixou, possibilitando um trabalho maior na recuperação das estruturas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário