sexta-feira, 21 de maio de 2021

Com tensão social acentuada, Colômbia deixa de ser sede da Copa América

 


A Copa América de 2021 terá a Argentina como sua única sede. A competição seria realizada em dois países, a partir do próximo mês, mas a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) chegou à conclusão de que a Colômbia, agitada por protestos há três semanas, não está em condições de receber as partidas.
 

A entidade que organiza o torneio fez o anúncio nesta quinta-feira (20), um dia após uma grande manifestação em Bogotá contrária ao campeonato. "Se não há paz, não há futebol", dizia a frase exibida em cartazes e também pichada nas paredes do estádio El Campín, um dos campos que receberia jogos do torneio.
 

"A Conmebol agradece o entusiasmo e o empenho do presidente da Colômbia, Iván Duque", afirma a entidade em comunicado. "É seguro que no futuro surgirão novos projetos em conjunto para o crescimento do futebol colombiano e sul-americano."
 

A Colômbia vive há pouco mais de 20 dias um ambiente de acentuada tensão social. Protestos contra uma reforma tributária proposta pelo governo rapidamente se transformaram em um caldeirão com reivindicações múltiplas, com críticas de variado conteúdo à condução do país por Iván Duque.
 

A repressão policial teve momentos pesados, e os conflitos resultaram em ao menos 42 mortos. A contagem dos feridos está na casa dos 1.700, e os descontentes deixaram claro que não querem o futebol como uma distração. Assim, incidentes foram registrados em várias partidas da Copa Libertadores no país.
 

Diante desse cenário, o ministro do Esporte colombiano, Ernesto Lucena, pediu à Conmebol o adiamento da Copa América, cuja abertura está marcada para 13 de junho, para novembro. A confederação recusou essa solicitação, manteve o calendário e decidiu não levar adiante o plano de ter dois países como sedes da competição pela primeira vez.
 

Assim, todos os jogos do torneio vão ocorrer na Argentina. Isso vai mudar a logística planejada pela seleção brasileira, já que seus compromissos no Grupo B do campeonato estavam marcados para a Colômbia. A estreia do time de Tite ocorreria no próximo dia 14, contra a Venezuela, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín.
 

A tabela será remodelada pela Conmebol, que analisa os estádios da Argentina capazes de abrigar partidas da Copa América. A confederação anunciou informará "nos próximos dias" a programação definitiva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO