GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Cruzeiro anuncia fim de punição na Fifa e é liberado para registrar atletas

 

O Cruzeiro anunciou nesta terça-feira (27) o fim da punição imposta pela Fifa e, com isso, a permissão para voltar a registrar atletas no BID (Boletim Informativo Diário), da CBF.

O chamado "transfer ban" ("impedimento de transferências", na tradução literal) imposto pela entidade máxima do futebol ao clube celeste aconteceu pela dívida que os mineiros tinham com os ucranianos do Zorya, ainda pela compra do atacante Willian, em 2013.

O valor da pendência se aproximava de R$ 7 milhões e foi pago há mais de dez dias após aporte financeiro de um grande parceiro cruzeirense.

Encerrar esse problema era uma das promessas que a diretoria celeste havia feito ao técnico Luiz Felipe Scolari, recém-contratado.

Além da dívida com o Zorya, que gerou conflitos administrativos entre os clubes, o Cruzeiro também pagou pendências da aquisição do atacante argentino Ramón Ábila e solucionou o problema com a comissão técnica de Paulo Bento, que também cobrava o time na Fifa.

No total, aproximadamente R$ 10,8 milhões foram pagos pelo Cruzeiro nessas operações para zerar os compromissos na Fifa.

O Cruzeiro ainda pode fazer seis registros de novos atletas na CBF. Havia três jogadores na fila, os meia-atacantes Iván Angulo e Matheus Índio, além do meia Giovanni Piccolomo, o único que deverá ter o seu registro realizado.

Giovanni, que veio do Coritiba e já treina há semanas na Toca II, ganhou o aval de Felipão, por isso ficará à disposição. Já Angulo, emprestado ao Palmeiras, deixou o clube rumo ao Botafogo, enquanto Matheus Índio ainda terá seu futuro definido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário