GOVERNO DA BAHIA

Fibrolink Telecom

Fibrolink Telecom

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Filho de Schumacher ingressa na academia de pilotos da Ferrari

Mick, de 20 anos, vai pilotar em programa de jovens talentos da Ferrari

O alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher, assinou neste sábado (19) um contrato com a Ferrari Driver Academy (Academia de Pilotos da Ferrari), que treina jovens pilotos para um futuro na elite do automobilismo.
"A Ferrari Driver Academy anuncia que assinou um contrato com o campeão da Formula 3 Europe 2018, Mick Schumacher. Mick, que em 2019 vai correr no campeonato de Fórmula 2, a partir da próxima semana vai trabalhar com seus colegas na FDA nas atividades de preparação da pré-temporada", segundo nota oficial divulgada pela Ferrari.
Por mais que seja inevitável a comparação com o pai, Mick chega à equipe com o objetivo de construir o seu próprio caminho dentro do automobilismo.
O seu pai 

Michael Schumacher respira sem ajuda de aparelhos, afirma jornal.  Prestes a completar cinco anos em coma após sofrer grave acidente quando passeava de esqui, Michael Schumacher já consegue respirar sem aparelhos em alguns momentos. A informação foi publicada pelo diário britânico Daily Mail. Segundo o jornal, o ex-piloto de Fórmula 1 ainda necessita de cuidados especiais de enfermagem, por viver em estado vegetativo. As despesas médicas custariam 55 mil euros semanais (cerca de R$ 243 mil), o que representa quase R$ 1 milhão por mês. 

O piloto vive em uma casa em Gland, cidadezinha entre Lausanne e Genebra, na Suíça. Desde o acidente de esqui nos Alpes franceses, Corinna, mulher de Schumacher, mantém sob sigilo as informações sobre o estado de saúde do ex-piloto, heptacampeão da Fórmula 1. Segundo o "Daily Mail", ele saiu do coma em 2014. Ninguém de seu staff confirma essa informação. Schumacher seria assistido por uma equipe médica de 15 pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário