sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Brasil leva mais três ouros nas Paralimpíadas de Tóquio; Silvânia Costa é bicampeã

 


O primeiro dia do atletismo nas Paralimpíadas de Tóquio rendeu ao Brasil dois ouros na modalidade. Depois da conquista de Yeltsin Jacques nos 500m T11, Silvânia Costa deu o nome e se tornou bicampeã paralímpica do salto em distância T11, para cegos. 

A atleta queimou as duas primeiras tentativas, saltou 4m76 na terceira e 4m69 na quarta. Mesmo depois de ganhar o outro, tentou bater o próprio recorde de 5m46 na última tentativa. Não deu, Silvânia atingiu 4m48.

Na manhã desta sexta-feira (27), o nadador Wendell Belarmino foi o campeão da prova dos 50 metros livre classe S11 dos Jogos Paralímpicos. 

A delegação paralímpica brasileira já tem 13 medalhas, sendo quatro de ouro, e está em sétimo lugar na competição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOVERNO DO ESTADO. BAHIA, AQUI É TRABALHO